De forma a apoiar os profissionais de saúde nesta área, a empresa farmacêutica Teva fez uma parceria com a Newsfarma e decidiram criar uma plataforma dirigida exclusivamente a profissionais de saúde e dedicada à temática da enxaqueca.

O site foi lançado no dia 6 de abril e pretende vir a ser “uma fonte reconhecida de informação e ponto de encontro para partilha de experiências e discussão entre os profissionais de saúde que se interessam pela área da enxaqueca”, destaca Marta González Casal, diretora geral da Teva Portugal.

Após o registo, os profissionais encontram conteúdos educacionais atualizados, em diferentes formatos, como podcast, e-learning, webinares, vídeos, entre outros. Todos os conteúdos são desenvolvidos por profissionais de saúde.

A enxaqueca é a segunda doença associada ao maior número de anos vividos com incapacidade no Mundo2, sendo a primeira causa de incapacidade entre os 18 e os 50 anos3.

“A enxaqueca é caracterizada por fortes dores de cabeça, muitas vezes acompanhadas por outros sintomas – náuseas, vómitos, intolerância à luz, sons e cheiros – e impede as pessoas de realizarem as suas atividades diárias pessoais e profissionais. Ou seja, esta é uma doença muito limitadora da vida destas pessoas e daquelas que as rodeiam e com um enorme impacto emocional, social e ocupacional” refere a diretora geral da Teva Portugal.

Mas a enxaqueca tem tratamento, e como realça Marta Gonzalez Casal: “É importante ir ao médico para diagnóstico da enxaqueca e iniciar, o quanto antes, um tratamento eficaz e adequado à situação individual de cada doente”.

Estima-se que cerca de 700 mil portugueses sofram de enxaqueca grave e que metade já tenha faltado em média 3,8 dias ao trabalho devido à doença. Para além disso, mais de 40% dos doentes referem sentir-se impotentes face à doença e deprimidos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.