Em cada indivíduo, esta condição apresenta-se de forma diferenciada: a mais conhecida são o aparecimento de borbulhas, mas são também comuns pontos negros, nódulos ou mesmo quistos. Há ainda diversos tipos de acne com causas distintas: hormonal, genética, metabólica ou mesmo bacteriana. Além disso, o stress e mesmo a alimentação podem ter um impacto relevante.

Mesmo depois do desaparecimento da acne, podem ficar marcas que, inevitavelmente, afetam a autoconfiança. Nessas situações, podem ser aplicadas técnicas minimamente invasivas como a tecnologia SARD (subdermal adipose remodeling device), que integra, por exemplo, o tratamento Morpheus8, atuando sobre o tecido subdérmico facial.

O Morpheus8 é um tratamento que combina a radiofrequência fracionada com o uso de microagulhas ultrafinas que penetram nas camadas mais profundas da pele. O procedimento reorganiza a matriz extracelular da pele, gerando um efeito antienvelhecimento. Por um lado, leva à produção de menos glândulas sebáceas e, por outro, estimula intensamente a contração da pele e a produção de colagénio, para que as marcas e cicatrizes fiquem mais pequenas e sejam preenchidas de forma natural.

Caso clínico 2
Caso clínico 2

As células faciais regeneram-se rapidamente e começam a formar novos tecidos, incluindo a produção de colágeno, tão importante para uma pele saudável e luminosa. A transformação proporcionada não é apenas estética, mas também psicológica, devolvendo a autoconfiança ao paciente, que passa a rever-se na forma como se sente consigo próprio e com os que estão ao seu redor.

Como se trata de um tratamento minimamente invasivo, constitui uma alternativa ou complemento às opções mais convencionais. O Morpheus8, além de controlar possíveis surtos de acne, permite também controlar as cicatrizes subsequentes. Inevitavelmente, o microneedling também reduz o aparecimento de rugas. Os efeitos do tratamento têm uma duração prolongada no tempo, podendo ser realizadas sessões de manutenção específicas a cada 2 ou 3 anos.

O Morpheus8 pode ser usado não só como complemento de tratamentos médicos convencionais de inúmeras patologias dermatológicas, como é o caso da acne, mas também como tratamento de primeira linha em múltiplas situações, como por exemplo na abordagem de cicatrizes (de acne, traumáticas, cirúrgicas...), estrias e flacidez da face, papada/pescoço e corpo. Na abordagem global do envelhecimento cutâneo da cara e pescoço é uma arma de eficácia inquestionável pois consegue endereçar todas as suas vertentes: flacidez e perda de firmeza, rugas, textura e brilho da pele. Os resultados são excelentes, o que se traduz num grau de satisfação por parte dos doentes que não se consegue com outras modalidades terapêuticas.

Um artigo da médica Teresa Pinto de Almeida, Dermatologista na Dermatologist – ClinOffice, no Porto.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.