A maior taxa de reciclagem de resíduos de embalagens plásticas em 2018 foi registada na Lituânia (69,3%), à frente da Eslovénia (60,4%, dados de 2017), Bulgária (59,2%), República Checa (57,0%), Chipre (54,3%), Eslováquia (51,4%) e Espanha (50,7%).

Em contrapartida, menos de um terço dos resíduos de embalagens plásticas foi reciclado em Malta (19,2%, dados de 2017), França (26,9%), Hungria (30,0%), Irlanda (31,0%), Finlândia (31,1%), Dinamarca (31,5%), Áustria (31,9%) e Luxemburgo (32,3%).

De acordo com o gabinete estatístico europeu, no que respeita às embalagens em geral, em 2018 Portugal apresentava a terceira mais baixa taxa de reciclagem (57,6%), depois da Hungria (46,1%) e da Letónia (55,8%).

A tabela da reciclagem de embalagens em geral numa tabela liderada pela Bélgica (85,3%), seguindo-se o Luxemburgo (70,9%), Chipre e Finlândia (70,2%), sendo a média da UE de 66,3%.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.