O ministra-chefe da Escócia, Nicola Sturgeon, encarregou-se ontem de premir o botão que acionou os 700 quilos de explosivos para demolir a chaminé do que se tornou a maior central elétrica a carvão da Europa quando foi construída.

A ScottishPower, uma subsidiária da espanhola Iberdrola no Reino Unido, operou a central termoelétrica Longannet até 2016.

A queda da torre de 183 metros de altura, anunciada na última conferência do clima COP26, é um símbolo do "fim da geração de energia a carvão" na Escócia, disse Sturgeon.

Veja o vídeo

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.