A criação de jardins verticais está ao alcance de qualquer
jardineiro amador.

O conceito de
jardinagem vertical para muitos leitores,
certamente, não será uma completa
novidade, pois já terão assistido ao
crescimento de tomateiros e videiras
com a utilização de estacas e suportes
que permitem o crescimento vertical da
planta.

Atualmente, este conceito, por vezes
designado como jardinagem urbana, é
muito utilizado em espaços em que o solo
é limitado ou dispendioso. Exemplos deste
tipo de jardinagem poderão ser encontrados
em países como a França, o Japão e a
Tailândia, onde o recurso a este conceito
em edifícios permite a filtração do ar exterior
para dentro dos mesmos.

As vantagens são numerosas, desde a
purificação do ar, à criação de uma barreira
natural climática e até mesmo o embelezamento
de uma parede que necessita de
alguma vida. O jardim vertical pode ser criado em
qualquer tipo de parede, com ou sem
solo, consoante as espécies selecionadas.
Inicialmente, recomenda-se que as plantas
se estabeleçam horizontalmente antes de
serem dispostas e colocadas na vertical.

Este processo pode ser acelerado com a
adição de fertilizantes que irão favorecer o
crescimento do sistema radicular. Se o leitor tem em casa uma parede
interior ou exterior e gostava de lhe dar mais vida e cor, um jardim vertical pode ser
a solução ideal para esse espaço.

Um jardim vertical pode mesmo ser
um local de produção de alimento se optar
pelo cultivo de vegetais. Experimente utilizar
uma parede da sua cozinha com boa
exposição solar para cultivo de vegetais
que terá sempre à mão para adicionar aos
seus cozinhados.

Pode ainda aproveitar
para proporcionar aos seus filhos uma
experiência interessante e desenvolver um
projeto em família. Existe um conjunto de soluções disponíveis no mercado, que funcionam por módulos, permitindo criar uma solução para o espaço que dispõe. Atualmente, estes produtos já se encontram economicamente mais apelativos relativamente há alguns anos.

É possível encontrar módulos com sistema de irrigação incorporado e fixação de parede, com um pequeno tanque para o reabastecimento de água que pode facilmente fazer com a ajuda de uma mangueira ou um regador.

Veja na página seguinte: Os benefícios inerentes a estas soluções de jardinagem

Existem benefícios inerentes a estas soluções de jardinagem:

- Facilidades de construção e de instalação

Os modelos existentes no mercado permitem uma fácil instalação e adaptação ao espaço existente, tarefa não muito difícil para os jardineiros autodidatas.

- Bom acesso e manutenção das plantas

A disposição individual das plantas permite uma manutenção fácil e reposição ou troca se for necessário.

- Propagação vertical e horizontal das plantas

Se a escolha das plantas for a correta, a propagação das mesmas permitirá a criação de uma estrutura verde em todo o espaço, reduzindo o número de módulos a colocar.

- Design versátil

A disposição das plantas num jardim vertical origina estilos diferentes, composições de cores, texturas e formas.

- Sistemas modulares

Algumas marcas possuem sistemas modulares que permitem agrupar as plantas de acordo com as necessidades de água e luz e criar efeitos visuais apelativos numa parede ou fachada.

- Poupança de água

Existe uma maior poupança de água em relação à propagação de plantas em canteiros ou solo livre pelo facto das plantas estarem contidas em espaços reduzidos e por poderem ser regadas individualmente. Alguns modelos apresentam igualmente um depósito para recolha do excesso de água.

Pode escolher também plantas como as suculentas por necessitarem de muito pouca água.
Os jardins verticais, simples ou complexos, poderão ser uma solução diferente e útil para a criação de plantas para consumo ou poderão tornar-se em obras de arte viva.

Texto: Bruno Aguiar (engenheiro do ambiente e de recursos naturias e landscape designer)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.