Um estojo de primeiros socorros é bagagem obrigatória em muitas viagens internacionais, sobretudo para países em vias de desenvolvimento com condições precárias. Na lista que se segue, encontra uma série de artigos essenciais e de fármacos não sujeitos a receita médica que podem ser úteis em situações de emergência. A farmacêutica Cristina Azevedo indica o que não se deve (mesmo) esquecer de pôr na mala quando a estiver a fazer.

Tenha, contudo, em conta que crianças, grávidas, mulheres que se encontram a amamentar e doentes crónicos requerem aconselhamento médico sobre cuidados específicos. Aconselha-se que, caso os sintomas que motivaram o uso dos medicamentos se mantenham ou se agravem, deverá procurar de imediato um médico. Se gosta de ser um turista prevenido, estes são os artigos que não se deve esquecer de incluir na sua bagagem:

- Analgésico antipirético

- Antiácido

- Antidiarreico

- Antiemético

- Antiespasmódico

- Antifúngico

- Anti-histamínico tópico

- Anti-inflamatório

- Ansiolítico

- Antissético tópico

- Artigos relacionados com o destino e a duração da estadia, como um desinfetante para a água ou uma rede mosquiteira, por exemplo

- Compressas esterilizadas

- Descongestionante nasal

- Fita adesiva

- Gotas oftálmicas emolientes

- Laxante

- Luvas esterilizadas

- Ligaduras, idealmente uma elástica e uma não elástica

- Pensos rápidos esterilizados

- Pinça

- Protetor solar

- Preservativos

- Repelente de insetos

- Saco de gelo instantâneo

- Sais de re-hidratação oral

- Seringas e agulhas esterilizadas

- Soro fisiológico

- Tampões para ouvidos

- Termómetro

- Tesoura

Texto: Rita Miguel com Cristina Azevedo (farmacêutica)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.