Começava hoje, dia 31 de janeiro, o julgamento no qual Leonor Poeiras acusa a TVI de a ter despedido injustamente e sem respeitar os 17 anos de trabalho que ofereceu ao canal. No entanto, esta primeira sessão foi adiada.

"Hoje era o dia em que começava este julgamento pelo qual eu aguardo há um ano e meio e a sessão foi adiada por umas questões de Covid", conta a comunicadora nas suas redes sociais.

Leonor recorreu à plataforma Instagram para anunciar o adiamento da sessão, mas acima de tudo para agradecer a onda de apoio que a esperava na entrada do tribunal.

"A verdade é que hoje era suposto começar. Eu não estou lá e tenho mensagens aqui no Instagram de pessoas que lá estão, que me querem dar um abraço de força, a perguntar porque é que eu não fui ou porque não apareço", diz, sem conseguir conter a emoção e quase de lágrimas nos olhos.

"Isto comove-me imenso. Quero deixar um abraço gigante, não fazia ideia que iria ter pessoas a querer assistir... Mas, de facto, é aberto ao público e, portanto, a única coisa que posso dizer é o meu obrigada", afirma, informando todos os seus seguidores e apoiantes de que esta primeira audiência foi reagendada para o dia 7 de fevereiro.

Leia Também: Leonor Poeiras revela quem a despediu e fala do processo contra a TVI

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.