Ruben Rua não vê a namorada, que vive no Canadá, desde fevereiro e, por causa do surto de COVID-19 que atinge o planeta, não sabe quando é que a vai poder voltar a beijar e abraçar. "Íamos viajar este mês mas não vamos e, portanto, não vamos estar juntos, mas esta é uma situação mundial e a saúde está primeiro", admitu o apresentador de televisão e ator em declarações à edição desta semana da revista TV 7 Dias, a partir de hoje nas bancas de norte a sul.

"Estamos a ver para que ela venha para cá definitivamente", confidencia. Trancado em casa desde o dia 12 de março, Ruben Rua tem partilhado muitas das suas rotinas diárias com os (milhares) que o seguem nas redes sociais. "Tem sido difícil estar longe da família e dos meus amigos. Eu sou uma pessoa de muito afeto, muito social", afirma. "Tenho-me focado noutras coisas e sinto-me bem, equilibrado. Acho que nós também temos que conseguir relativizar", defende.

"Ainda só passou um mês, claro que não é fácil. Há dias mais difíceis do que outros, há dias em que sentimos mais solidão, mas acho que existem coisas bem piores. Acho que sou um felizardo, na medida em que tenho uma casa para estar, continuo com saúde e, portanto, importa relativizar as coisas", garante o ex-modelo de 33 anos, que, nas redes sociais, além de continuar a exibir os músculos, tem-se multiplicado em apelos aos portugueses. "Fiquem em casa", pede.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.