Em Portugal desde junho de 2021, a plataforma de compra e venda de artigos de moda em segunda-mão, Vinted, apresenta agora quais foram as principais tendências dos portugueses desde que surgiu no nosso país.

"Entre as marcas mais pesquisadas pelos portugueses na plataforma, estão (sem nenhuma ordem particular) a Bimba Y Lola, Nike, Vans, Adidas, Ralph Lauren, Converse, Guess, Charhartt e Lacoste. As que mais compras geraram a partir do mercado português foram Nike, Adidas, Disney e Funko", revela a Vinted em comunicado.

"Dividindo por género, para mulher, entre as marcas mais vendidas estão a Adidas e a Levi’s, com um grande número de pesquisas e compras na categoria “Vintage” e com muitos artigos de marcas independentes ou locais. Entre as cores preferidas das mulheres em Portugal, o preto tem sem dúvida a vantagem, com mais de 180 mil artigos predominantemente pretos vendidos. Num distante segundo, chega o branco com cerca de 42 mil peças vendidas e o castanho pouco atrás com 41 mil", acrescenta a nota.

"No caso dos homens, entre as marcas mais adquiridas estão a Adidas, Levi’s, Vans, Jordan e Timberland, mais uma vez com muito interesse em artigos vintage. Ao nível das cores, os homens também preferem o preto, com mais de 44 mil artigos adquiridos, seguido do cinzento (16 mil) e do azul (14 mil)", lê-se.

Na categoria Crianças, a Adidas, United Colors of Benetton, Nike e Levi's estão entre as marcas de roupa mais adquiridas, com Funko, Disney, LEGO e Nintendo a serem as mais relevantes nos brinquedos e videojogos. Na roupa infantil, o preto (24 mil artigos) perde o primeiro lugar para o cinzento que tem mais de 26 mil artigos. Segue-se o azul, a fechar o Top 3, com mais de 19 mil peças.

Por fim, a categoria Casa, onde Ikea, Zara Home e Maisons du Monde contam-se entre as marcas mais adquiridas através da plataforma, com muitas peças vintage e pequenas marcas independentes entre as preferidas dos portugueses. Entre as cores preferidas, o branco e o preto surgem mais uma vez como as favoritas.

"2021 foi um ano onde muita gente abraçou a moda em segunda-mão e isso reflete-se na popularidade crescente da nossa plataforma, que tem já um total de 50 milhões de membros registados em todo o Mundo. Seja por descobrirem boas oportunidades, procurar marcas que não se encontram noutros sítios ou reduzir o nosso impacto no planeta, a moda em segunda-mão continua a crescer e a ter cada vez mais adeptos em todo o mundo", diz Natacha Blanchard, Consumer Lead na Vinted.

Ligada aos mercados espanhol e francês, num universo de 23 milhões de membros, a plataforma da Vinted continua a crescer em Portugal, em número de membros, artigos e negócios realizados.

A Vinted é o maior marketplace C2C online internacional da Europa especializado em moda em segunda mão, com uma base de utilizadores em franco crescimento - mais de 45 milhões de membros presentes em 13 mercados: França, Alemanha, Bélgica, Espanha, Itália, Países Baixos, Áustria, Polónia, República Checa, Lituânia, Luxemburgo, Reino Unido e Estados Unidos.

Fundado em 2008, na Lituânia por Milda Mitkute e Justas Janauskas, aos quais se associou o primeiro investidor e COO Mantas Mikuckas em 2011, a companhia é agora liderada pelo CEO Thomas Platenga e apoiada por seis firmas de Investimento de Risco: EQT Growth, Lightspeed Venture Partners, Accel, Insight Venture Partners, Burda Principal Investments e Sprints Capital.

Com a missão de fazer da “segunda-mão” a primeira escolha em todo o mundo, a Vinted ajuda os seus membros a vender e comprar roupa e acessórios em segunda mão, entre si, transformando as compras numa experiência móvel e social através da interação pessoal na sua comunidade. A start-up europeia está sediada em Vilnius, com escritórios em Berlim, Utrecht e Praga e tem mais de 700 colaboradores.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.