E quem é que não gosta de um quadradinho de chocolate? Seja de leite, branco ou 100% cacau (apenas para os mais corajosos), são poucos os que lhe conseguem resistir. O chocolate faz as delícias de muitos e, apesar dos seus açúcares, não precisa de ser o maior inimigo da saúde oral.

Como em tudo o resto na nossa vida, o essencial é ser-se equilibrado. E este lema aplica-se sem dúvida ao consumo de chocolate. Basta pensarmos que a longo prazo o ideal será mesmo poder-se consumir esta delicia quando a desejamos, ao mesmo tempo que garantimos uma boa higiene oral. Mas como podemos fazer isso? Existem várias dicas que podem fazer a diferença e, assim, evitar consequências negativas.

O mais importante acaba por ser a frequência da ingestão de doces. Um dos fatores que aumenta o risco de cárie é o tempo de exposição dos dentes a alimentos açucarados. Ao contrário do que muitos podem pensar, é melhor comer-se um chocolate ou uma guloseima de uma só vez, em vez de se ir consumindo ao longo do dia. Uma pessoa que ingere pouca quantidade de açúcar, mas com elevada frequência, poderá ter um risco superior de cárie a alguém que comeu muitos doces mas de uma só vez. Comer após as refeições e escovar de seguida os dentes? Parece o plano perfeito!

Existe mesmo necessidade de irmos petiscar uma guloseima à noite quando os dentes já estão escovados? Este é sem dúvida um hábito a evitar, porque os açúcares vão permanecer na cavidade oral durante a noite. Como é durante este período que também existe uma menor produção de saliva, estamos perante as condições ideias para a criação de bactérias.

Um almoço fora e não foi possível resistir a uma mousse de chocolate? Não há problema, dias não são dias! Por esse motivo, termos connosco um kit de higiene oral portátil é sem dúvida a melhor solução. Basta incluir no mesmo uma escova de dentes, pasta dentrífica e fita dentária. E se não houver tempo para escovar os dentes, devemos pelo menos tentar bochechar com água.

Apesar de ser uma questão de gosto pessoal, o chocolate negro é sem dúvida a melhor opção, pois contém um maior teor de cacau e, por isso, um menor grau de açúcar. Para quem costuma optar pelos de leite, porque não arriscar num sabor mais amargo para variar? Por último, mas não menos importante: visitar regularmente o médico dentista.

Um artigo do médico dentista Francisco Palha, do Instituto de Implantologia.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.