No dia em que arranca a segunda fase do plano de vacinação da gripe sazonal, o governante fez questão de relembrar os dois milhões de vacinas adquiridas para 2020 e que representam “mais 34% de vacinas em relação ao ano passado”, além da diversificação de pontos de vacinação, com pelo menos “200 mil vacinas do Serviço Nacional de Saúde para administração em farmácias comunitárias de todo o país”, embora a maioria continue a ser administrada nos centros de saúde.

“Na primeira fase foram administradas mais de 225.000 vacinas em estruturas residenciais para idosos e outras respostas sociais e foram vacinados mais de 30% dos profissionais de saúde. A vacinação continua até ao fim do ano também para estes grupos”, explicou António Lacerda Sales a propósito das primeiras semanas de vacinação.

Já na anterior conferência de imprensa, na sexta-feira, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, havia sublinhado a importância da campanha de vacinação deste ano para evitar confusões entre casos de covid-19 e casos de gripe que obrigassem a diagnósticos diferenciais para as doenças respiratórias numa fase de pressão sobre os serviços de saúde.

Portugal contabiliza mais 17 mortos e 1.949 casos de infeção com o novo coronavirus, ultrapassando hoje os 100 mil casos desde o início da pandemia de covid-19, indicou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o último boletim, hoje divulgado, desde o início da pandemia, Portugal já contabilizou 101.860 casos confirmados e 2.198 óbitos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.