1. Reduz a dor crónica

Fumar canábis em cachimbo pode reduzir significativamente a dor crónica em pacientes com nervos danificados, revelou um estudo feito no Canadá e publicado na revista científica "Canadian Medical Association Journal". Entre 1 e 2% da população sofre de dor neuropática crónica.

Apenas dois países têm canábis legalizada para fins recreativos
Apenas dois países têm canábis legalizada para fins recreativos
Ver artigo

2. Diminui os sintomas da Doença de Alzheimer

A administração de extratos de canábis com THC foi associada à mitigação dos sintomas de agitação e demência relacionados com a doença de Alzheimer, de acordo com dados de ensaios observacionais da Universidade de Tel-Aviv publicados em 2016 no "The Journal of Alzheimer's Disease".

3. Rejuvenesce o cérebro

Cientistas do Instituto de Psiquiatria Molecular da Universidade de Bona, na Alemanha, descobriram que uma pequena dose do principal componente ativo da canábis, o THC (tetraidocanabinol), melhora o desempenho cerebral e rejuvenesce o cérebro, segundo um estudo publicado na revista Nature Medicine. É mais um ponto a favor da cannabis sativa.

4. Possui propriedades terapêuticas

Uma meta-análise baseada em 10 mil estudos, publicada em janeiro de 2017 pela Academia Nacional de Ciências, Engenharia e Medicina, dos Estados Unidos, mostrou que a canábis pode ter benefícios terapêuticos em pacientes que estejam a realizar quimioterapia, diminuindo os efeitos secundários deste tratamento oncológico.

5. É anticancerígena

O Instituto Nacional para o Abuso de Drogas (Nida) dos Estados Unidos publicou um relatório em que admite o potencial da canábis no combate das células cancerígenas. O documento cita a investigação de Wai Liu, da Universidade de Londres, que mostra que o uso de canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC) - duas substâncias canabinoides presentes na cannabis sativa - inibem o glioma, um tipo de cancro cerebral.

Adolescente com cancro tem recuperação "milagrosa" graças a canábis dada às escondidas pela mãe
Adolescente com cancro tem recuperação "milagrosa" graças a canábis dada às escondidas pela mãe
Ver artigo

6. Alivia o stress pós-traumático

A canábis pode combater os efeitos negativos no comportamento e os de caráter psicológico que acarreta a síndrome de stress pós-traumático, segundo um estudo da Universidade de Haifa. A investigação foi realizada pelos investigadores Najshon Korem e Irit Akirav, do Departamento de Psicologia.

7. Combate a esclerose múltipla

O extrato de canábis atenua a rigidez muscular em pacientes afetados por esclerose múltipla, revela um estudo publicado no Journal of Neurology, Neurosurgery and Psychiatry. Cerca de 90% dos doentes com esclerose múltipla sofrem de rigidez muscular, o que reduz a mobilidade e qualidade de vida.

Estes 15 alimentos parecem saudáveis mas não são
Estes 15 alimentos parecem saudáveis mas não são
Ver artigo

8. Diminui a apneia do sono

Um estudo clínico com 17 pacientes com apneia do sono revelou que o extrato da cannabis sativa, o THC, melhorou significativamente os sintomas da doença. O estudo foi publicado na revista "Frontiers in Psychiatry" por cientistas do Departamento de Medicina da Universidade de Illinois, em Chicago, Estados Unidos. Para o estudo, os investigadores injetaram THC no gânglio nodoso, aumentando a fadiga e proporcionando o relaxamento total do organismo.

9. Combate autismo

Um estudo do médico brasileiro especialista em medicina preventiva e social Paulo Fleury Teixeira mostrou que o óleo de cannabis sativa, rico em canabidiol, pode tratar os sinais, sintomas e distúrbios associados ao autismo e à epilepsia. Para além de clínico, Paulo Fleury Teixeira é investigador e professor na Universidade Federal de Minas Gerais.

10. Pode ajudar a controlar o peso

Um estudo da Universidade de Harvard sugere que os fumadores de canábis tendem a ter a circunferência abdominal mais delgada. Para realizar o estudo, os investigadores mediram as cinturas e o nível de glicose no sangue de homens e mulheres adultas de 2005 a 2010. A maioria das pessoas que fumava canábis tinha uma medida de cintura menor.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.