A entrada para a faculdade marca uma nova, e muito importante, etapa para a maioria dos estudantes. Como é tudo novidade, é normal que esta seja uma fase de muita ansiedade e expectativa, onde começam a surgir dúvidas e que nem sempre seja fácil encontrar respostas.

Foi a pensar nisso que lhe trouxemos algumas dicas sobre a fase de candidatura ao ensino superior, para que possa assim ter uma experiência académica nota 20.

1. Analise as opções e defina prioridades

Nem sempre é fácil escolher um curso que o levará a exercer uma profissão que o realize profissionalmente para o resto da vida. É necessário analisar bem as opções disponíveis no mercado e também gerir as suas expectativas.

Na análise e definição das opções a que se candidata, há vários fatores a pesar na equação: a vocação, as possibilidades económicas (nomeadamente por causa dos gastos em propinas, mudança de cidade, etc.) e empregabilidade.

Por exemplo, se a localização da faculdade de interesse não for na sua área de residência, deve ponderar o seu orçamento versus os custos que vai ter. No fim, convém perceber se para si essa mudança e os custos que esta acarreta compensa, ou não, para a sua realização pessoal.

Por outro lado, também vai ter que analisar um fator que pode não ter tanto peso agora, mas que a longo prazo vai ter: o emocional. Ou seja, é muito comum ver quem fique indeciso entre aquele curso com mais empregabilidade versus o curso que realmente o apaixona. Se conseguir juntar estas duas vertentes numa só, ótimo, caso contrário tem que ver o que tem mais peso para si e fazer uma gestão de expectativas.

Antes de tomar a decisão final tente procurar o máximo de informação que conseguir e visite as instituições de ensino do seu interesse. Tente aconselhar-se com outros colegas que estão a passar pela mesma situação, professores e alunos do ensino superior que conhece.

2. Defina o orçamento disponível

Fazer um curso implica na maior parte das vezes um investimento não só de tempo, mas também de dinheiro. Por isso, após analisar as opções e definir o quê e onde estudar, é aconselhável que faça um levantamento das despesas que irá ter. Isto para conseguir verificar se é concretizável e conseguir gerir assim expectativas e frustrações.

As despesas de alimentação, transporte, propinas, material de estudo, habitação e custos associados vão variar conforme a instituição em que seja aceite. Por isso, pondere e analise todos os cenários, de forma a conseguir suportar os custos durante o tempo total de curso.

Contudo, como nem todas as famílias conseguem pagar esta despesa, existe a possibilidade de recorrerem a um crédito universitário.

3. Reúna todos os documentos necessários para formalizar a sua candidatura

Para além das decisões que terá que tomar, existe uma lista de procedimentos obrigatórios nas candidaturas ao ensino superior. E são eles:

  • Pedir a senha para aceder à candidatura online. A sua solicitação deve ser feita no portal da Direção Geral do Ensino Superior, DGES;
  • Solicitar a Ficha ENES. Para conseguir fazer a sua candidatura ao ensino superior terá que solicitar na sua escola secundária esta ficha;
  • Ficha de pré-requisitos. Embora não seja pedida em todos, existem alguns cursos onde a mesma é obrigatória;
  • Benefício de preferência habitacional ou preferência regional na candidatura. Se pretender candidatar-se segundo o benefício de preferência habitacional ou preferência regional devem consultar o Guia de Candidatura e colocar essas instituições no topo da sua lista.

Se a sua candidatura for ao ensino privado ou concordatário os procedimentos obrigatórios variam de instituição para instituição. Por isso, deverá contactar as instituições escolhidas por si, solicitando assim todas as informações sobre os prazos e as condições da candidatura com a maior antecipação possível.

4. Não se esqueça da candidatura à bolsa de estudo

Saiba que no final do processo da sua candidatura online ao ensino superior irá surgir uma pergunta sobre a intenção do acesso a uma bolsa de estudos. Caso pretenda formalizar a sua candidatura irá receber um e-mail com os dados de acesso à plataforma da Bolsa de Estudo. A partir daí terá que seguir os passos indicados e submeter toda a documentação necessária.

Como nem sempre é algo de fácil obtenção, é fundamental perceber que outros apoios existem para os estudantes universitários.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.