No dia 6 de novembro de 1520 o Rei D. Manuel I assinou, em Évora, a carta real que nomeava Luis Homem como o primeiro Correio-Mor de Portugal. Embora existam documentos anteriores onde o embaixador privado do rei já era tratado por «correio-mor», datamos formalmente o início da aventura dos correios públicos no nosso país desse dia 6 de novembro e desse ano de 1520.

Os 500 anos de atividade postal não são 500 anos dos CTT. A sigla CTT foi pela primeira vez criada em 1936 através da Portaria n.º 8:517 de 28 de agosto de 1936, promulgada pelo Ministro dos Transportes e Comunicações, Joaquim José Andrade e Silva Abranches.

Todavia, mudando-se embora o regime político, a denominação, a propriedade pública ou privada, o escopo e a abrangência dos serviços postais ou de telecomunicações, ninguém poderá negar que a espinha dorsal desta atividade sempre foram os seus trabalhadores e dirigentes operacionais.

Foram estes que ao longo dos séculos e através das modificações estruturais garantiram a permanência do conhecimento específico das operações postais, a proximidade aos portugueses e a concretização da missão nobre que lhes competia.

Desta forma não parece descabido, muito pelo contrário, que a atual empresa CTT Correios de Portugal S.A. se considere herdeira legítima do labor de Luís Homem, na extensa linha de correios-mores reais e de superintendentes de correio das Repúblicas ao longo destes 5 séculos.

Assim aconteceu na Europa onde o legado do barão Thurn und Taxis na Baviera foi padrão da criação dos correios públicos. Efetivamente, são os Operadores Postais históricos que comemoram ou se preparam para comemorar esta importante efeméride dos 500 anos do correio nos seus diferentes países.

Os CTT Correios de Portugal prepararam um conjunto de iniciativas, lembrando os 500 anos da nomeação do primeiro Correio-Mor

Serão publicados diversos livros sobre esta matéria — um deles sobre os 500 anos do correio, outro ainda sobre a vida de D. ManueI I e finalmente um livro sobre as memórias dos trabalhadores dos CTT, uma recolha dos testemunhos mais interessantes do dia a dia dos nossos profissionais.

Vai realizar-se em Portugal em 2021 ou 2022 uma das mais importantes Exposições Filatélicas da Europa, a LUBRAPEX. E será em Évora, cidade da assinatura da carta real de 1520.

Estão, ainda, previstas as realizações de várias exposições sobre a temática dos 500 anos do correio em Portugal na Fundação Portuguesa das Comunicações. Uma delas sobre a figura do Rei Fundador, D. Manuel I, e ainda outra que vai mostrar os grandes prémios internacionais obtidos pela filatelia dos CTT. Há 65 prémios de design e impressão de selos, o que torna os CTT uma das filatelias mais premiadas do mundo.

Todos estes eventos culminarão com uma exibição que pela primeira vez se vai fazer em Portugal. Se as condições do país o permitirem, no dia do aniversário, a 6 de novembro, será inaugurada pelo Sr. Presidente da República na Torre do Tombo uma importante exposição documental e iconográfica com os documentos originais que criaram o correio em Portugal, começando pela carta real de D. Manuel I.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.