Carla Baía esteve ontem, 17 de agosto, à conversa com Manuel Luís Goucha no programa do apresentador na TVI. A relações públicas lembrou a difícil fase por que passou quando o seu casamento com João Vieira Pinto terminou ao fim de 16 anos, em 2008.

"Senti-me sem chão na altura. Não estava habituada, a estrela era ele, não era eu", começou por referir, lembrando as muitas notícias, a maior parte falsas, que saíram na imprensa sobre a separação.

"A minha mãe dizia-me muitas vezes ‘não pareces minha filha’. Passei por uma depressão três anos", confessa, garantindo que à época contou com o apoio incondicional dos pais.

Apesar da dor que sentiu, a verdade é que Carla Baía superou o sofrimento, sendo que hoje tem uma boa relação com o antigo jogador de futebol. "A vida encarrega-se de tudo. A vida é fabulosa, põe tudo no lugar certo. A relação com o pai dos meus filhos neste momento é excelente, convivemos todos em família, ele com a família dele e ele com a minha. Está tudo perfeito. Quando nos juntamos, ver toda a gente animada a rir e a conviver é maravilhoso", completa.

Recorde-se que em comum Carla e João têm dois filhos: Tiago, de 34 anos, e Diana, com 31. A figura pública está grávida pela terceira vez, fruto do atual casamento com Rahim Samcher.

Veja aqui o momento.

Leia Também: Carla Baía e a maternidade aos 50 anos: "Eu já estava velha"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.