Carlos Avillez foi das primeiras caras conhecidas a reagir à morte de Maria João Abreu. A atriz morreu esta quinta-feira, 13 de maio, na sequência de ter sofrido um aneurisma. Tinha 57 anos.

Em declarações à SIC Notícias, o encenador português mostrou-se devastado com a perda e teceu rasgados elogios à artista.

"Aplaudi-a de pé várias vezes. Era uma atriz muito especial, uma mulher especial. É um falecimento grandíssimo, vai fazer muita falta", começou por dizer.

Carlos Avilez frisou ainda que Maria João Abreu era uma "grande colega" e muito "preocupada com as pessoas". "Era uma mulher em quem podíamos acreditar. É uma perda incrível".

"Era muito querida dos atores. Para mim, é uma surpresa, fiquei muito emocionado por ter sido assim. Morreu uma mulher extraordinária", rematou.

Maria João Abreu estava internada desde o dia 30 de abril no Hospital Garcia de Orta, em Almada, na sequência de ter sofrido um aneurisma.

Leia Também: Morreu a atriz Maria João Abreu. Tinha 57 anos

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.