Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, recorreu à rede social Twitter para manifestar publicamente o seu agradecimento a Mila Kunis e ao seu marido, Ashton Kutcher, pela ajuda que o casal tem oferecido ao país.

O casal de atores já conseguiu angariar mais de 35 milhões de dólares, cerca de 31 milhões de euros, através de uma campanha GoFundMe. Além da criação deste projeto, prometeram doar mais de dois milhões de euros do seu próprio dinheiro. O objetivo é oferecer apoio humanitário à Ucrânia e ajudar os refugiados que fogem da guerra provocada pela invasão russa.

Zelensky agradeceu ao casal pelo apoio, dizendo que estavam "entre os primeiros a responder à nossa dor". O presidente ucraniano mostra-se impressionada com "a determinação" de Mila Kunis e Ashton Kutcher. "Grato pelo apoio. Impressionado com a determinação. Eles inspiram o mundo. #StandWithUkraine", lê-se na partilha.

Mila Kunis, recorde-se, tem uma ligação especial com o país. A atriz nasceu em Chernivtsi, Ucrânia, em 1983. Anos depois, em 1991, mudou-se para os Estados Unidos com a família. Hoje assume-se como "uma ucraniana orgulhosa", tal como pode ler-se na página GoFundMe que criou para recolher donativos.

Leia Também: Mila Kunis e Ashton Kutcher conseguem 20 milhões de dólares em uma semana

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.