O príncipe André exigiu que fosse feito um "julgamento por júri" na sua resposta oficial a Virginia Giuffre.

Documentos do tribunal de Nova Iorque a que a imprensa internacional teve acesso revelam que o filho da rainha Isabel II, não só negou todas as acusações de que foi alvo, como "exige um julgamento por júri" em todos os aspetos das referidas queixas.

De notar que Giuffre, como também é tratada, acusa o príncipe de a forçar a ter tido sexo, há mais de duas décadas numa casa em Londres, que pertencia a Ghislaine Maxwell, condenada por tráfico sexual. Na altura era menor de idade, tendo 17 anos.

Virginia Roberts, agora com 61 anos, alega que foi alvo de "abusos sexuais e assédio" nas mãos do duque em três ocasiões distintas, sendo que ambos se conheceram através de Jeffrey Epstein.

André já negou em diversas ocasiões tais acusações, declarando-se inocente, no entanto a sua reputação foi seriamente prejudicada. Ainda este mês, o Palácio de Buckingham anunciou que no seguimento do caso em tribunal foi tomada a decisão de retirar ao príncipe os títulos militares e apadrinhamentos reais. Para além disso, as suas contas nas redes sociais foram eliminadas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.