É uma das protagonistas femininas de "No time to die", o último filme de Daniel Craig como James Bond, onde interpreta a psicóloga Madeleine Swann. Na antestreia da longa-metragem, que teve lugar ontem, dia 28 de setembro de 2021, no Royal Albert Hall, em Londres, em Inglaterra, Léa Seydoux surgiu na passadeira vermelha com um vestido comprido claro com uma capa com brilhantes da marca Louis Vuitton. Para completar o visual, a consultora de imagem Leslie Fremar apostou em joias requintadas.

"A Léa brilhou com uns brincos da coleção Precious Lace com diamantes de 3.77 quilates e com um anel de diamantes da coleção Haute Joaillerie com 14.5 quilates e 18 quilates de ouro branco", informou a Chopard em comunicado de imprensa. A luxuosa marca de joalharia que cedeu os acessórios para o evento, fundada na Suíça em 1860 e adquirida por uma empresa alemã em 1963, já lançou várias peças associadas à popular saga cinematográfica protagonizada inicialmente pelo ator escocês Sean Connery em 1962.

A atriz cubana Ana de Armas, outra das protagonistas femininas de "No time to die", também deslumbrou na passadeira vermelha da popular sala de espetáculos britânica. À semelhança da colega Léa Seydoux, a artista também elegeu um vestido preto da marca Louis Vuitton. Além da abertura lateral e das aplicações nas alças, o destaque foi para o (grande) decote e para as joias da Chopard. Os brincos de diamantes tinham 26.78 quilates e um dos anéis tinha nove quilates de diamantes e 18 quilates de ouro branco.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.