Depois do Ananás dos Açores DOP, do Mel da Terra Quente DOP e Nozes, da Pêra Rocha do Oeste DOP, da Maçã de Alcobaça IGP, da Cereja da Cova da Beira IGP e do Pêssego da Cova da Beira IGP e dos Morangos vindos do Ribatejo, é a vez da Amêndoa Douro DOP servir de matéria-prima aos iogurtes Danone.
Orgulhosa de envolver já 626 produtores portugueses, que fornecem o leite, a fruta e o mel de qualidade utilizados nesta gama, a Danone pretende “aumentar o grau de envolvimento entre o consumidor e a marca”, num “regresso às origens” que está relacionado com o melhor da fruta nacional. É a primeira vez que a agro-indústria portuguesa recorre a produtos DOP (Denominação de Origem Protegida) e IGP (Indicação Geográfica Protegida) como ingrediente para a receita base.
Este “regresso às origens” originou a colecção de provérbios que a marca lança agora nas tampas de Puro Danone. Assim, a novidade para este Verão não é mais um iogurte, mas sim um Campo de Férias. As primeiras crianças entre os 9 e os 14 anos que apresentem a sua caderneta de tampas devidamente preenchida ganham uma inesquecível semana de Julho neste espaço, perto da Batalha. As actividades consistem em azulejaria, jogos tradicionais, passeios campestres, cozinha, fabrico de pão, vitral e vidro e muitas outras artes e ofícios.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.