“O Serviço Nacional de Saúde (SNS), apesar das dificuldades e da sobrecarga que este momento representa, está preparado para continuar a dar resposta. Já fizemos mais de três milhões de testes à covid-19 em Portugal e temos hoje 798 camas em unidades de cuidados intensivos, das quais 250 dedicadas à COVID, com uma ocupação de 66%, isto é, 165 doentes. A reserva nacional de EPI é hoje de 29 milhões de artigos”, afirmou o governante na conferência sobre a evolução da situação epidemiológica.

António Lacerda Sales sublinhou também que a dispensa de medicamentos em proximidade “continua no âmbito da resposta já iniciada em março/abril” e que a definição de unidades hospitalares livres de covid já foi efetuada pelas administrações regionais de saúde.

Perante o agravamento da pandemia em Portugal e na Europa, a “saúde pública está a ser reforçada com recurso à articulação com as escolas, nomeadamente alunos dos cursos de medicina e de enfermagem”, segundo o secretário de Estado, que vincou que estes jovens irão apoiar as respetivas unidades na realização de “inquéritos epidemiológicos e em bolsas de rastreadores”.

“Continua a ser preciso responsabilidade na nossa ação individual na minimização do risco coletivo. O cansaço de todos é legítimo, mas não pode legitimar o nosso fracasso. Continuamos a depender de todos”, acrescentou Lacerda Sales.

Portugal contabiliza mais 17 mortos e 1.949 casos de infeção com o novo coronavirus, ultrapassando hoje os 100 mil casos desde o início da pandemia de COVID-19, indicou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o último boletim, hoje divulgado, desde o início da pandemia, Portugal já contabilizou 101.860 casos confirmados e 2.198 óbitos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 40 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.