O leite, uma bebida que tem estado debaixo de fogo nos últimos tempos, é um alimento que não serve apenas para fortalecer os ossos. Um estudo espanhol, levado a cabo por um professor catedrático da Universidade Autónoma de Barcelona e apresentado posteriormente no seminário «Leite, um alimento para todos», afirma que é possível reduzir em 34% a incidência do cancro do cólon graças ao consumo de cálcio, vitamina D, ácidos gordos essenciais e de outros nutrientes que constituem o leite.

O investigador concluiu ainda que, sem desprezar o seu valor calórico (o leite meio-gordo contém cerca de 47 kcal por 100 g), o leite ajuda a emagrecer graças aos seus péptidos bioacivos. Beber um copo de leite antes da refeição é deveras saciante e promove uma menor ingestão de comida, ajudando, assim, a manter o peso. Na Bélgica, dúvidas quanto a este alimento levaram, no final de 2015, o Conseil Supérieur de la Santé a emitir um parecer.

Segundo esta entidade, são «inconclusivos» os estudos científicos que relacionam a ingestão de leite com o cancro, uma vez que, para muitos especialistas, o consumo de laticínios acaba por ter um efeito protetor, como o que é apontado pela instituição de ensino espanhola. Na Holanda, por exemplo, o equivalente a esse organismo recomenda mesmo «o consumo de várias porções de derivados deste alimento, incluindo leite e iogurte».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.