Chris Brown está a ser acusado de, alegadamente, ter drogado e violado uma mulher durante uma festa em Miami, em dezembro de 2020, de acordo com um processo judicial a que o Page Six teve acesso.

Os representantes e advogados do cantor não responderam aos contactos do Page Six, no entanto, o artista terá comentado o caso nas stories da sua página de Instagram.

"[...] Sempre que estou a lançar música ou projetos, 'eles tentam inventar alguma mentira", escreveu, alegando que as acusações são "mentiras".

O advogado da alegada vítima, George Vrabeck, disse, esta sexta-feira: "Não fazemos ideia de quem são 'eles'. Ariel Mitchell e eu somos advogados que representam uma jovem que foi violada. [...] Pretendemos responsabilizar todas as partes para que possamos a começar a erradicar este comportamento da nossa sociedade".

"Isto é o que todos os abusadores dizem. Estamos ansiosos pelo nosso dia no tribunal", acrescentou em resposta à reação de Chris Brown.

No processo, que foi aberto esta quinta-feira, em Los Angeles, a suposta vítima é identificada como Jane Doe, uma coreógrafa, cantora e dançarina profissional, que tem medo de revelar a sua identidade porque "teme pela sua vida e carreira".

A mulher alega que estava de férias em Miami quando um amigo a convidou para uma festa na casa de Sean 'Diddy' Combs em Star Island. Foi lá que conheceu Chris Brown.

A relação sexual não consentida terá acontecido num iate que estava do lado de fora da casa de Diddy. "O Diddy não tem um barco, não alugou um barco e não fez a festa no barco, então o barco não tem nada a ver com ele", esclareceu uma fonte. "Ele não tem nada a ver com este processo", acrescentou.

A mulher diz que dentro do iate, o rapper deu-lhe bebidas que a levaram a sentir uma "mudança repentina e inexplicável de consciência".

Supostamente, "sentiu-se desorientada, fisicamente instável e começou a dormir e a acordar". E foi nesse momento, diz, que o cantor a levou para um quarto, tirou a parte de baixo do biquíni e começou a ter relações sexuais.

A mulher terá "murmurado" para que Brown parasse, mas este, supostamente, ignorou o seu pedido.

Agora o músico está a ser processado em 20 milhões de dólares (quase 18 milhões de euros).

Leia Também: Chris Brown investigado após ser acusado de agressão por mulher

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.