Em comunicado, o SEF esclarece que os menores, de 11 e 13 anos, foram detetados na segunda-feira no controlo documental de saída do voo com destino a Marraquexe, quando se preparavam para viajar na companhia do pai e de um outro irmão mais novo.

"De acordo com informações entretanto recolhidas pelo SEF, os menores terão sido subtraídos pelo pai, em julho de 2020, aquando da decisão judicial de colocá-los sob custódia dos Serviços Sociais franceses", refere a mesma nota.

Segundo o SEF, os menores desaparecidos eram alvo de medida cautelar emitida por França, com a indicação de “tomar todas as medidas necessárias para a proteção do menor e trazê-lo perante as autoridades competentes”.

Tendo em conta as referidas medidas cautelares, as crianças foram presentes no Tribunal de Família e Menores de Matosinhos por elementos do SEF.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.