De acordo com os bombeiros de São Paulo, várias unidades, com apoio aéreo de helicópteros, conseguiram controlar os três focos de incêndio, que durante 20 horas consumiu parte da extensa floresta localizada no município de Franco da Rocha, localizado nas proximidades da zona norte da cidade de São Paulo.

As autoridades informaram que no domingo, após denúncias anónimas, foram presas seis pessoas suspeitas de lançar balões na região, incluindo o que pegou fogo e provocou as chamas na reserva florestal.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o clima seco e o calor intenso favoreceram a propagação das chamas nos quase 1.200 hectares atingidos pelo incêndio.

Uma frente de ar seco com humidade abaixo de 20%, condição favorável ao agravamento dos incêndios, está prevista até quinta-feira em toda a região metropolitana de São Paulo.

As residências próximas ao parque, no município de Franco da Rocha, foram afetadas por uma chuva de cinzas que se espalhou por quase toda a cidade devido aos fortes ventos.

Na ação de controlo das chamas participaram 90 bombeiros, 100 socorristas da Defesa Civil e voluntários que chegaram de São Paulo, a capital regional do estado de São Paulo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.