Jesse Hughes, vocalista dos Eagles of Death Metal, revelou que já perdoou os extremistas que atacaram o Bataclan, em 2015.

Na altura, o músico, de 49 anos, estava a dar um concerto em Paris quando homens entraram no local e começaram a disparar contra o público.

“É importante perdoar. Sou cristão. E… toda a gente se pode perder, toda a gente precisa de encontrar um caminho. E a maioria destes senhores encontraram. Por isso, eu perdoo-os, e espero que encontrem a paz de Deus para eles mesmos”, declarou aos jornalistas.

“Muitas pessoas fingiram que estavam mortas e estavam tão assustadas. Uma das principais razões pelas quais tantas pessoas morreram é porque não deixaram os amigos para trás. Houve muitas pessoas que se colocaram à frente de outras”, refere ainda.

Recorde-se que 19 pessoas foram mortas no ataque.

Leia Também: Chris Rock poderá apresentar a próxima cerimónia dos Óscares

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.