O uso da chucha confere conforto e segurança durante os primeiros tempos de vida. Aos dois/três anos de idade, os especialistas defendem que a criança deve ser encorajada a conquistar outras formas de «autoconsolo».

Siga as estratégias dos especialistas para ajudar o seu filho a largar a chucha:

- O processo deve ser natural e a criança deve participar no «luto da chucha». Entre no seu mundo de fantasia, por exemplo, invente uma história afetuosa: “um boneco fez uma viagem com a chucha” ou “a chucha vai dormir numa cama de brincar”.

- Comece por reduzir o uso da chucha durante o dia. Numa primeira fase, a criança deverá continuar a sentir a falta da chucha na hora de dormir.

- Para retirar a chucha à noite, a criança necessitará de alternativas para sentir-se segura e tranquila. Coloque uma luz de presença no quarto ou encoraje-a a dormir com o seu boneco preferido, por exemplo. Um ambiente adequado tranquilizará a criança e permitirá que fique menos dependente da chucha.

- Acima de tudo, respeite o ritmo da criança e confie na sua capacidade de resposta aos novos contextos.

Fonte consultada: Maria João Alvito, Fisioterapeuta e trainer da International Association of Infant Massage (IAIM)

Texto: Ana Margarida Marques

Siga este e outros temas sobre parentalidade no Facebook O Nosso Bebé.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.