Nos primeiros meses, considera-se que o bebé dormiu a noite toda se conseguir dormir apenas seis horas seguidas. Quando completam o primeiro ano de vida, a maioria dos bebés dorme 10-12 horas por noite. Pode começar por regular os padrões de sono do bebé e incutir-lhe bons hábitos de sono, logo desde cedo. Infelizmente, nos primeiros dias após o nascimento, não há mesmo nada que possa fazer para controlar os padrões de sono do bebé, já que dorme quando e onde lhe apetece: se estiver cansado, nada consegue mantê-lo acordado; pelo contrário, se não estiver cansado, nada o porá a dormir. No entanto, logo desde o primeiro dia, pode:

• Dar ao bebé um "objecto de transição". O mais provável é que este objecto de segurança – como uma fralda de pano ou um animal de peluche – se torne no mais apreciado objecto que ajuda o bebé a acalmar e a adormecer. Uma óptima forma de fidelizar o bebé a uma fralda ou um boneco é mantê-lo sempre perto de si, para que adquira o seu “odor de mãe”. Os bebés possuem um forte sentido de cheiro e, quando ficam despertos (o que acontece frequentemente durante a noite), o cheiro da proximidade da mãe pode ser muito reconfortante e ajudá-los a voltar a adormecer.

• Distinga o sono da simples sonolência. Nos primeiros tempos de vida, o bebé pode transitar rapidamente entre estados de sonolência e vigília. Aperceba-se dos sinais manifestados pelo bebé e tire partido deles: se o bebé adormecer a mamar ou quando o leva ao colo, deite-o num local para dormir à sua escolha, como uma alcofa, uma cama de grades ou uma cadeira de passeio. Se ele estiver acordado, estimule esse estado de alerta e interaja com ele. Ao distinguir entre os períodos em que dorme e que está acordado, estará a ajudá-lo a associar o sono a um local adequado.

• Distinga o dia e a noite. Embora os bebés acabem por dormir mais horas à noite, muitos recém-nascidos confundem o dia e a noite. Para ajudar o bebé a aprender a usar as horas nocturnas para períodos de sono mais longos, ajude-o a diferenciar as sestas da hora de dormir à noite. À noite, comece a implementar rotinas de deitar – brincar tranquilamente, ler, banho morno, vestir o pijama, cantar, embalar, aconchegar os lençóis e escurecer o quarto.

• Aborde as refeições nocturnas de modo diferente das refeições diurnas. Dado que o recém-nascido precisa constantemente de se alimentar, isso significa que irá acordar várias vezes durante as horas de sono dos pais. Por conseguinte, para garantir que essas refeições nocturnas se mantêm funcionais e menos perturbadoras, a Dra. Penelope Leach, sugere que os pais mantenham a tranquilidade durante as refeições nocturnas e que interajam muito com o bebé durante as refeições diurnas. Por outras palavras, quando o bebé começar a ficar agitado e a chorar a meio da noite, pegue nele de imediato e alimente-o antes que tenha a oportunidade de despertar. Se o bebé dormir consigo, será ainda mais fácil. Não fale nem ligue a luz, mantenha simplesmente o ambiente sossegado e propício ao sono que estabeleceu anteriormente, para que o bebé perceba que não é altura de brincar. Durante o dia, faça exactamente o oposto: trate as refeições como uma oportunidade para os mimos, as canções, a conversa e a interacção com o bebé.

 

• Quando o bebé for mais velho, encoraje-o a adormecer sozinho. No princípio, o bebé irá certamente adormecer nos seus braços quando estiver a mamar ou se o embalar. Poderá adormecer se o transportar num porta-bebé, onde se sentirá embalado pelo seu calor e pelos seus ritmos naturais ao andar. Mas, na verdade, deseja que o seu bebé, por fim, se habitue à ideia de adormecer sozinho.

Introduza este conceito gradualmente: deite o bebé quando estiver sonolento, mas ainda não a dormir. Deitando-o quando ainda está acordado – mas ainda a sentir-se amado e confortável – ele poderá começar a associar o acto de adormecer a essas sensações. No entanto, isso poderá ser mais fácil dizer do que fazer. Mas não deixe de tentar deitar o bebé sonolento, mas acordado, e ele não tardará a habituar-se.

O que significa “deixar o bebé chorar”?

Ao longo de décadas, foi dito aos pais que a melhor forma de ensinar a dormir até de manhã um bebé que já não precisa de se alimentar durante a noite é “deixá-lo chorar”. Por outras palavras, pôr o bebé na cama, fechar a porta e deixá-lo berrar. Embora esta técnica tenha variações, a ideia geral é sempre a mesma: após cerca de uma semana de choro inconsolável, o bebé acabará por aprender a adormecer sozinho. A teoria é que, sem uma resposta de conforto aos seus lamentos, o bebé aprende que não vale a pena esforçar-se tanto.

O Dr. Richard Ferber, autor de Solve Your Child's Sleep Problems, defende a abordagem mais utilizada para lidar com esta estratégia aparentemente fria e cruel, que não deverá ser usada em crianças com menos de seis meses de idade. Ferber recomenda aos pais que não abandonem radicalmente o bebé à sua sorte, mas que o reconfortem periodicamente sem lhe pegarem ao colo. Certifique-se de que não está enrolado nos lençóis ou que tem o seu animal de peluche predilecto, dê-lhe umas palmadinhas suaves, diga-lhe que gosta muito dele mas que está na hora de dormir e saia do quarto. Não ligue as luzes, não se demore, nem o pegue ao colo. Na primeira noite, poderá esperar cinco minutos antes de aparecer pela primeira vez no quarto, na segunda noite 10 minutos, e assim por diante. O bebé acabará por aprender a adormecer sozinho. No entanto, o Dr. Ferber alerta para o facto de que não há uma estratégia que funcione para todos os bebés.

continua

Devemos deixar o bebé a chorar?

É um tema de aceso debate entre os pais recentes. Existe uma forma mais fácil e menos cruel do que a técnica de Ferber? Talvez.

Veja o que alguns especialistas dizem sobre deixar o bebé chorar.

Dra. Penelope Leach, autora de Your Baby and Child, e muitas outras obras sobre bebés

Estratégia: "Deixar chorar, mas com compaixão". Se deixar o bebé a chorar, ele sentir-se-á abandonado e terá receio de que a sua saída à hora de dormir – e em qualquer outra altura – não seja segura.

Quando: começar com cerca de nove meses – só então os bebés aprendem realmente que a noite é para dormir.

O que fazer: dado que o objectivo, salienta Leach, é ajudar o bebé a perceber que a noite é segura e feliz e que pode adormecer sozinho, não o abandone logo. Cumpra os agradáveis rituais de deitar e, quando o bebé chorar, entre no quarto, reconforte-o e entre e saia tantas vezes quanto as necessárias. Leach escreve: "É possível que tenha de repetir este processo vezes sem conta, mas é a única forma segura de o convencer de que irá regressar e também de que não o vai tirar da cama."

Dr. T. Berry Brazelton, autor de Touchpoints e muitas outras obras sobre bebés e crianças

Estratégia: "Reconforte-o, mas deixe chorar". Antes de iniciar qualquer plano deste tipo, deve assegurar-se de que os dois pais estão plenamente de acordo quanto ao que fazer.

Quando: depende da criança – pode fazer isto aos seis meses ou aos dois anos de idade. Brazelton incentiva os pais a analisarem as suas próprias motivações e a criança antes de iniciarem este processo.

O que fazer: elimine as sestas da tarde (a partir das 15h), cumpra um ritual de deitar tranquilo e afectuoso e não amamente nem embale o bebé para o adormecer. Coloque-o na cama ainda acordado e fique com ele, para que sinta a segurança da sua presença mas saiba que pode adormecer sozinho. Se desejar, pode acordá-lo antes de se ir deitar para o alimentar, para que não tenha fome mais tarde. Por fim, prepare-se para ter de acordar com intervalos de cerca de quatro horas. Quando o bebé começar a chorar, vá ter calmamente com ele e não o estimule. Não o pegue ao colo nem o embale e reconforte-o tranquilamente. Quando se sentir confortável com essa ideia, não vá ter com ele, mas fale com ele para o reconfortar, sugerindo que agarre no ursinho de peluche ou outro objecto de segurança. Mais uma vez, quando achar que não lhe faz confusão, espere 15 minutos antes de responder aos chamamentos e depois repita o procedimento anterior.

continua

• Dr. Benjamin Spock, autor de Meu Filho, Meu Tesouro

Estratégia: "Deixar chorar"

Quando: Três meses

O que fazer: dizer boa noite e não olhar para trás. Normalmente, após três noites de choro sem reacção, o bebé começa a adormecer sozinho. Spock diz que a maioria dos bebés chora durante um máximo de 30 minutos na primeira noite e, quando percebem que não conseguem os seus intentos, acabam por adormecer. Escreve o seguinte: "Estou convicto de que, nesta idade, choram apenas porque estão zangados... [Ver como estão] só os encoraja e faz com que chorem ainda mais."

• Dr. William Sears, autor de The Baby Book e outros

Estratégia: dormir com o bebé e outras tácticas sensíveis. Escreve assim: "O resultado [de deixar chorar] é normalmente o mesmo: uma mãe stressada e um bebé zangado que acabará por adormecer de exaustão – mas a que preço? Queremos adormecer a estratégia do deixar chorar – de vez."

Quando: desde os primeiros meses até estar preparado para ter a sua própria cama

O que fazer: considere a possibilidade de partilhar a sua cama com o bebé nos seus primeiros meses ou mais de vida. Segundo Sears, mãe e bebé dormem melhor e durante mais tempo se estiverem lado a lado, o bebé beneficia do seu calor, conforto e da mama prontamente disponível se estiver a amamentar e, além disso, dormir próximo dos pais potencia o seu desenvolvimento. Adicionalmente, se a mãe já tiver regressado ao trabalho, dormir com o bebé pode ajudar a recuperar e a reconstruir as ligações que possam ficar fragilizadas durante o dia de trabalho.

Se não quiser dormir com o bebé, pode ainda assim aproveitar outras sugestões de Sears que ajudam o bebé a aprender a dormir toda a noite:

• Analise o motivo por que o bebé acorda e chora à noite. Tente escutá-lo enquanto chora e reconfortá-lo.

• Partilhe as obrigações de acalmar o bebé. Muitas vezes, os bebés que são amamentados ao peito querem a mãe quando chamam à noite, mesmo que já não precisem de se alimentar a essa hora. Mas se for possível incluir o pai no plano nocturno, o bebé poderá aprender a ser reconfortado por ele, deixando de precisar de seja quem for quando não houver comida envolvida!

• Ofereça ao bebé um boneco de peluche fofo ou uma fralda de pano. Ajude-o a associá-los ao sono.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.