Vasco Freitas tem 36 anos e 19 deles foram dedicados a cortar e pentear cabelos, sendo o cabeleireiro oficial do Portugal Fashion. Pelas suas escovas e tesouras já passaram estrelas como a modelo portuguesa Sara Sampaio, a atriz australiana Cate Blanchett ou a modelo russa Irina Shayk, além de ter trabalhado para as marcas de luxo Versace, Givenchy ou Chanel.

Desta forma, o cabeleireiro do Porto conta quais são as tendências para homens nos próximos meses no que toca a barba e a cabelo. Quer estar na moda? Então fique atento, porque os homens agora querem-se naturais.

“Quer-se um look com menos definição e um ar mais charmoso” disse Vaco Freitas, em declarações à edição online 4MEN. O cabeleireiro portuense explica que está na hora de os homens pararem de fazer linhas direitas nas extremidades da barba, seja na parte superior ou inferior. “As barbas querem-se mais rudes e linhas menos definidas”. Porém, isto não significa desleixo, nada disso. Tenha em atenção de cortar a barba que cresce na zona do pescoço, logo abaixo da linha do queixo.

O embaixador da Redken destaca a importância de os homens voltarem a ser “mais homens”, mesmo sabendo que há cada vez mais procura nos cuidados de beleza masculina.

“Podemos aparar um pouco algumas zonas e trabalhar a silhueta mas tudo muito natural, nada de limites muito marcados”, aconselhando a deixar de lado as réguas e esquadros como utensílios de orientação na hora de cortar a barba.

Segundo Vasco, os próximo meses vão pedir “penteados mais naturais”, ou seja, pouse por uns tempos as escovas, o secador ou o alisador e opte pelo “gesto simples do penteado com a mão”.

“Vamos voltar ao velho western, ao estilo natural dos cowboys”. Seja no cabelo ou na barba, a ideia é ter um estilo mais natural para realça sim as qualidades inatas, sem grandes preocupações.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.