AFLUENTE, Vinho Verde, Branco, 2017

11 brancos a ter em conta neste verão

Atrai especialmente pela contenção que revela, sem exuberâncias fáceis, delicadas notas de toranja ao lado de apontamentos de sílex. Muito sério e seco, quase sisudo, mas dotado de enorme frescura e excelente equilíbrio ácido, um Alvarinho firme e vibrante, que ainda precisa de mais alguns anos de garrafa para mostrar tudo o que vale. Saiba mais aqui.

LAGOALVA BARREL SELECTION, Tejo, Branco, 2018

Branco ou tinto? Tanto faz, desde que seja sempre uma boa escolha

Um estilo de Sauvignon Blanc elegante e ambicioso. Exibe aromas jovens e convidativos incluindo citrinos, brioche, manjericão fresco e um leve toque de especiarias doces. No palato mostra-se um vinho bastante elegante, com boa concentração de frutas e bela cremosidade, acidez ponderada e discretas notas de carvalho que adicionam complexidade. Mais informações aqui.

VALADOS DE MELGAÇO, Vinho Verde, Branco, 2017

11 brancos a ter em conta neste verão

Belo aroma, com muito fruto (pera e citrino maduro), tentativamente mineral, sem qualquer exuberância, e até com alguma classe. Prova de boca larga e com muito sabor, boa acidez controlada, perfil fresco, mas sempre com muita entrega e lastro. Mais uma excelente edição deste branco sedutor! Mais pormenores aqui.

CASA DE VILACETINHO, Vinho Verde, Branco, 2018

Branco ou tinto? Tanto faz, desde que seja sempre uma boa escolha

Aroma muito citrino com sugestões de lima e um toque de tangerina a evidenciar muita frescura. Surpreende pela harmonia de boca, leve no corpo, mas bem balanceado com a acidez. A permitir muito boa prova. Saiba mais deste vinho aqui.

CASA DE VILACETINHO, Vinho Verde, Branco, 2017

Branco ou tinto? Tanto faz, desde que seja sempre uma boa escolha

Citrino carregado na cor, aroma bem definido, com folha de limoeiro, fruta branca madura, mas sem perder frescura. A resultar muito bem. Macio, envolvente na prova de boca, com acidez discreta, mas aqui a permitir uma bela harmonia de conjunto. Muito gastronómico. Mais sobre este vinho aqui.

BORGES, Douro, Branco, 2018

11 brancos a ter em conta neste verão

Gouveio e Viosinho. Muito atractivo de aroma, com elegantes apontamentos florais ao lado de notas de damasco, laranja, também um lado tropical discreto. Tem concentração, mas igualmente uma frescura muito harmoniosa, a fruta é extremamente limpa e fina, a barrica muito discreta confere complexidade e presença. Um branco bem duriense, pleno de equilíbrio e com tudo no sítio certo. Mais pormenores aqui.

PASMADOS, Península de Setúbal, Branco, 2014

11 brancos a ter em conta neste verão

Viosinho, Viognier e Arinto. Avesso a modas, com cor amarela acentuada, é um vinho de bela complexidade aromática, com notas de pétalas de flores, especiarias e frutos secos (avelãs, nozes), casca de citrinos, algum fumo. Muito seco e sério, com excelente acidez e um toque salino que lembra um “fino” de Jerez, é um branco diferenciador, com muito carácter e presença. Mais informações aqui.

ALCUNHA, Alentejo, Branco, 2017

11 brancos a ter em conta neste verão

Bonita cor carregada. Aroma muito interessante, marmelo, folhas secas, fruto de caroço, alguma oxidação nobre. Prova de boca com acidez alta, seco e gastronómico, perfil salgado e até algum tanino. Um branco desafiante, a merecer prova atenta. Mais detalhes deste vinho aqui.

HERDADE DO SOBROSO BARRIQUE SELECT, Alentejo, Branco, 2018

Branco ou tinto? Tanto faz, desde que seja sempre uma boa escolha

Um 100% Antão Vaz, com aroma fino e inebriante de casca de laranja, tangerina e toranja, alguma pederneira, leve fumado. Corpo cheio de grande cremosidade, perfil muito elegante e citrino, cheio de sabor no final rico, longo, harmonioso, firme. Saiba mais aqui.

SANTA VITÓRIA, Alentejo, Branco, 2017

11 brancos a ter em conta neste verão

Cerca de 50% do mosto fermenta em barrica, metade nova, e o resto em cuba. É o Arinto da melhor parcela de 3 ha com muita pedra e pouca argila. Fruta madura, boas notas pedregosas, com ameixas e notas citrinas. Austero, com vigor, volume e grande acidez em fundo. Conjunto em boa harmonia. Mais informações sobre este vinho aqui.

ADEGA MÃE, Lisboa, Branco, 2017

Branco ou tinto? Tanto faz, desde que seja sempre uma boa escolha

Um Sauvignon Blanc exuberante, estilo novo mundo, com intensos aromas de frutas tropicais, flores silvestres, ervilhas verdes e espargos. Na boca o vinho é opulento, vibrante com textura cremosa e um final de boca persistente e refrescante. Mais sobre este vinho aqui.

CORTES DE CIMA, ALENTEJO, BRANCO, 2017

Aromas são elegantes, moderadamente intensos e inclui groselha verde, ervas finas, citrinos e ervilhas verdes. Na boca apresenta sofisticada estrutura, baixo teor alcoólico, textura cremosa e bela frescura. Uma óptima versão cujo estilo é um meio caminho entre o novo e velho mundo e lembra um Sauvignon sul-africano de alta qualidade. Mais detalhes aqui.

MOINHOS DO CÔA, Douro, Branco, 2018

Branco ou tinto? Tanto faz, desde que seja sempre uma boa escolha

São 4,5 hectares de vinha, plantados a 600 metros de altitude, em Freixo de Numão. Feito de Rabigato e Viosinho, tem fruta de enorme qualidade no aroma, assente na casca de citrinos, muito limão e pedra molhada. Vibrante, franco, bastante expressivo, cheio de nervo, com grande frescura, um vinho seivoso, sem artifícios, que perdura largamente na boca. Absolutamente delicioso! Mais sobre este vinho aqui.

GOLPE, Douro, Branco, 2017

11 brancos a ter em conta neste verão

23 hectares de vinha em solo granítico, na Mêda, a cerca de 600 metros de altitude. Viosinho (50%), Rabigato e Gouveio. Pêssego, alperce, ananás, pederneira, num registo aromático de bela intensidade e muita pureza. Na boca surgem os citrinos, em tons de limão maduro, num corpo cheio e cremoso. Longo, harmonioso, muito fresco e persistente. Mais pormenores aqui.

QUINTA DANIEL, Douro, Branco, 2016

Branco ou tinto? Tanto faz, desde que seja sempre uma boa escolha

Produtor sedeado no Pocinho e com mais de 150 hectares em várias quintas espalhadas pelo Cima Corgo e Douro Superior. O vinho impressiona pela pureza e intensidade aromáticas, perfumado, com florais elegantes, citrinos maduros, ervas do campo. Encorpado, com a fruta a desdobrar-se em camadas, é um branco cheio de raça, harmonioso e sofisticado, muito bem feito. Mais informações aqui.


Lista com 11 de vinhos, provados em junho de 2019, pela revista Grandes Escolhas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.