“No atual contexto de forte redução do número de concentração de pessoas em espaços fechados (por via das medidas, da informação e da redução do número de visitantes), a CML [Câmara Municipal de Lisboa] procederá a partir das 15 horas de hoje ao encerramento da área ao ar livre do Castelo de São Jorge”, lê-se numa nota na autarquia.

No comunicado, a autarquia esclarece ainda questões relacionadas com a manutenção de abertura do Castelo de São Jorge, que já tinha sido questionada na semana passada pelo STML - Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa e pelo BE/Lisboa, lembrando que, “desde a primeira hora”, o município encerrou todos os equipamentos desportivos, culturais e recreativos como medida para reduzir riscos de exposição e contágio do Covid-19.

Segundo a autarquia, a zona ao ar livre do Castelo de São Jorge permaneceu aberta “como forma de apoio à dispersão de turistas pela cidade”, tendo sido encerrados os espaços museológicos/interpretativos.

Contudo, é referido, “foram implementadas todas as medidas de proteção sobre atendimento público aos trabalhadores das bilheteiras”.

Por outro lado, até este fim de semana, “e numa situação possivelmente única a nível nacional”, permaneciam na cidade dezenas de milhares de turistas para os quais não foi possível promover ou assegurar regresso antecipado aos seus países, é acrescentado na nota.

“Assim, e como medida de saúde pública, a CML procurou assegurar a sua dispersão pelos diferentes espaços ao ar livre, evitando a sua concentração em menos locais e/ou como espaços fechados (como restaurantes ou cafés, centros comerciais ou outros)”, lê-se no comunicado.

Na terça-feira, a Câmara de Lisboa já tinha tomado um conjunto de “medidas temporárias para reduzir riscos de exposição e contágio” do Covid-19 e decidido encerrar os museus, galerias e bibliotecas municipais, assim como os teatros municipais (São Luiz, LuCa e Teatro do Bairro Alto), do Padrão dos Descobrimentos e do Cinema São Jorge.

De acordo com a autarquia, “estas medidas estão sujeitas a avaliação permanente”, definindo-se para já a sua vigência até 03 de abril.

As piscinas geridas pelo município e juntas de freguesia também foram encerradas e ficaram suspensas todas as atividades desportivas promovidas pela autarquia em recinto fechado, tal como todas as visitas de lazer, turismo ou de âmbito cultural promovidas pelo município.

No domingo também foram suspensas as feiras do Relógio e das Galinheiras, que se realizam semanalmente ao domingo, entre as 07:00 e as 14:00.

O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 6.500 mortos em todo o mundo.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos de infeção confirmados para 331, mais 86 do que os registados no domingo.

De acordo com o boletim sobre a situação epidemiológica em Portugal, divulgado hoje às 12:30, há 2.908 casos suspeitos, dos quais 374 aguardam resultado laboratorial.

Segundo a DGS, há três casos recuperados.

Acompanhe aqui, ao minuto, todas as informações sobre o novo coronavírus em Portugal e no mundo.

Coronavírus: como funciona a sala de pressão negativa?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.