"Constatamos a morte do menino", declarou o diretor do hospital pediátrico CZD em Varsóvia em comunicado.

As hipóteses de sobrevivência do menino de seis anos eram baixas, apesar de um transplante de fígado.

O seu irmão mais novo, de cinco anos, morreu na quinta-feira de manhã por causa das toxinas causadas pelo fungo.

Os meninos chegaram à Polónia com as suas famílias a 23 de agosto e permaneceram em quarentena num centro para migrantes da cidade de Podkowa Lesna, perto de Varsóvia.

Os dois meninos e a sua irmã de 17 anos foram hospitalizados a 26 e 27 de agosto. A jovem recebeu alta do hospital.

Segundo o site de notícias OKO.press, o pai das crianças, trabalhou por vários anos para o exército britânico e a família foi evacuada pelo exército polaco a pedido do Reino Unido.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.