É muito comum existir o pensamento que construir uma casa sai muito mais caro do que comprar uma já construída. Mas será verdade? Em tempos de pandemia, a realidade é que o mercado imobiliário, em algumas zonas e nalgumas tipologias, continua a praticar preços elevados e, mesmo com a economia a cair, continua a existir a febre do imobiliário, em que os portugueses continuam a comprar casa. Por isso, e depois de comparar e fazer contas, pode vir a surpreender-se com o facto de que construir uma casa pode sair ao mesmo preço ou até bem mais barato do que comprar.

Claro que construir casa pode ser apenas o sonho de alguns e também tem as suas desvantagens. Por isso, antes de tomar uma decisão, é importante que analise as vantagens e desvantagens destas duas alternativas.

Vantagens e desvantagens de construir casa

Ter a casa dos seus sonhos é uma alternativa que pode ponderar, sem ter de pagar pela especulação imobiliária que existe em alguns pontos do país. Contudo, nesta solução, e para além dos pontos positivos, também deve considerar os seus pontos negativos.

Comecemos então por enumerar as suas vantagens:

  • Oportunidade de contruir uma casa ao seu gosto;
  • Maior flexibilidade para escolher a zona;
  • Maior possibilidade de evitar a especulação mobiliária e poupar, uma vez que tem o poder de escolher todos os materiais, empresa de construção, acabamentos, fornecedores, entre outros;
  • Precisa de financiamento? O crédito para construção é uma modalidade bancária que, para além de permitir-lhe concretizar o seu sonho, permite obter ter prazos mais alargados, o que leva a ter prestações mais baixas. Para além disso, durante a construção, pode beneficiar da carência de capital, isto é, entre o período máximo de 24 e 36 meses, apenas vai pagar os juros do empréstimo;
  • O IMT (Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis) para construção também é menor face à compra de uma casa (nova ou usada);
  • Possibilidade de investir e remodelar ao longo do tempo, se dispuser desse capital no momento.

Por outro lado, construir uma casa tem como desvantagens:

  • É um processo mais burocrático e lento, relativamente à compra de uma casa construída;
  • Para que o processo seja ligeiramente mais rápido, pode optar por comprar um terreno com projeto aprovado, no entanto, vai construir algo de acordo com o gosto de terceiros;
  • Se já possuir um terreno, mas se este não tiver viabilidade de construção, não pode avançar com o projeto. Por isso, se está a pensar comprar um terreno para construir, deve ter em consideração algumas questões para não vir a ter surpresas;
  • Se precisar recorrer ao crédito para construção, saiba que o dinheiro é libertado em tranches (entre três e seis), à medida que a obra for avançando. Para que o banco possa ir libertando estas parcelas, o perito vai fazendo vistorias à obra, o que representa um custo extra. Nalguns casos, a primeira tranche só é libertada se existir já alguma obra feita, o que leva a precisar de mais esse dinheiro inicial;
  • Ainda na continuação do crédito, como vai ter carência de capital, também não vai existir amortização da dívida. Por isso, quanto mais tempo demorar a construir, mais juros vai ter de pagar. Para protegê-lo nesta situação, e se possível, no contrato de empreitada, acorde com o construtor uma data para a conclusão e defina as penalizações que este terá de pagar por dia, caso a obra se atrase;
  • Podem existir gastos extra que não estão contabilizados inicialmente e que podem levar a que, no final de contas, a obra saia mais cara;
  • Custos extra com licenças, autorizações e o projeto da casa.

Vantagens e desvantagens de comprar uma casa

Por outro lado, comprar uma casa já feita, seja ela pronta a habitar ou a necessitar de obras, costuma ser a solução mais procurada pelos portugueses, ainda que possam estar a pagar um preço inflacionado. E porquê? Porque efetivamente tem as suas vantagens, e são elas:

  • Processo mais rápido e menos burocrático;
  • Se o imóvel estiver pronto a habitar, precisará de menos tempo até à sua mudança;
  • No caso de precisar de solicitar um crédito habitação, e em caso de este ser aprovado, o capital é disponibilizado na sua totalidade no momento da escritura;
  • Se o imóvel não se encontrar numa zona inflacionada, pode revelar-se numa solução mais económica face à construção.

Contudo, e à semelhança da construção, esta opção também traz consigo desvantagens, tais como:

  • Se não tiver poder económico para comprar nas zonas onde pretende, vai ter que se limitar aonde o imóvel está inserido;
  • Se a casa já estiver construída, é-lhe impossível escolher os materiais, podendo, inclusive, ter que gastar algum dinheiro em obras;
  • Impossibilidade ainda de escolher os acabamentos e disposição da casa;
  • Se precisar de fazer remodelações no imóvel após a compra, acaba por pagar bem acima do que possivelmente a casa vale;
  • Desconhecimento dos problemas da casa bem como os materiais utilizados na mesma;
  • Preços inflacionados nalgumas zonas do país e tipologias, que podem chegar mesmo a ser superiores face a construir uma casa de raiz;
  • Inexistência de garantia por parte do empreiteiro caso o imóvel tenha sido construído há mais de cinco anos;
  • Pagamento do Imposto de Selo;
  • IMT (Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis) superior face à construção.

Como pode verificar, existem vantagens e desvantagens em ambas as opções. Por isso, a melhor solução vai ser aquela que se adaptar não só aos seus gostos pessoais e familiares, mas também ao que pode suportar financeiramente.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.