Com apenas 18 anos, Greta Thunberg já contribuiu mais pela 'saúde' do planeta do que muitos ambientalistas e políticos ao longo da vida. A Terra continua no limite entre a desgraça e o conserto e esta jovem ativista sueca tenta, ao máximo, manter tudo equilibrado.

Apaixonada e persuasiva, estas são as maiores metas de Greta Thunberg ao longo destes anos de trabalho árduo.

1. Greta Thunberg iniciou o ativismo ainda em adolescente

A adolescente sueca iniciou sua jornada de ativismo há três anos, aos 15 anos. Mesmo assim, Thunberg sabia o que estava em jogo. Mais importante, ela estava disposta a sacrificar o seu tempo, privacidade, juventude e até mesmo a educação para lutar pelo planeta. Tudo começou na primeira sexta-feira de agosto de 2018, quando Thunberg foi até ao parlamento sueco em protesto contra a fraca resposta governamental contra à crise climática.

2. Greta Thunberg foi a personalidade mais jovem do ano na revista 'TIME'

Em 2019, o protesto, a angariação de fundos e o ativismo fizeram de Thunberg a pessoa mais jovem a receber o prémio Personalidade do Ano pela revista TIME.

"Ela é uma adolescente comum que, ao reunir a coragem de falar a verdade ao poder, tornou-se num ícone de uma geração", escreveu a TIME no artigo. "Ao esclarecer um perigo abstrato com indignação penetrante, Thunberg tornou-se a voz mais convincente na questão mais importante que o planeta enfrenta."

3. Greta Thunberg foi indicada para o Prémio Nobel da Paz... mais do que uma vez

De acordo com The Hill, Greta foi nomeada para o Prémio Nobel da Paz, não uma, mas duas vezes. A nomeação veio de dois legisladores suecos, Jens Holm e Hakan Svenneling, que falaram do trabalho árduo da então jovem de 17 anos em abrir os olhos de políticos como eles. Esta indicação, especificamente para ativismo ambiental, coloca-a na mesma categoria do ex-vice-presidente Al Gore, que venceu em 2007.

4. Greta Thunberg apela a uma geração mais jovem

A dupla face de Greta, a menina que luta por um mundo mais 'verde'
A dupla face de Greta, a menina que luta por um mundo mais 'verde'
Ver artigo

Thunberg também falou sobre a importância de proteger as gerações futuras dos erros ambientais causados ​​pelas alterações climáticas. De acordo com a Thomson Reuters Foundation, Thunberg afirmou que esta é a maior ameaça que as crianças e os jovens enfrentam hoje. Ela também afirmou que provavelmente cabe às gerações mais jovens "limpar a porcaria que vocês, adultos, fizeram ..."

5. Greta Thunberg fundou o movimento 'Fridays for Future'

O 'Fridays for Future' foi fundado para chamar a atenção para os crimes ambientais por parte de bancos, empresas e governos, ao mesmo tempo que chama a atenção daqueles cuja responsabilidade é resolver esses mesmos problemas.

As palavras da ativista sueca obviamente surtiram efeito porque milhões de pessoas participaram ns greves climáticas globais desde que começou a protestar.

De acordo com o Hurriyet Daily News, mais de 7,6 milhões de pessoas protestaram apenas em setembro de 2019. Em novembro do mesmo ano, mais de 17 mil alunos de 24 países começaram a participar nas greves escolares de Thunberg às sextas-feiras.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.