Decerto não será a primeira pessoa nem a última a quem já aconteceu chegar ao final de uma noite e ficar sem bateria porque passou demasiado tempo a publicar imagens nas redes sociais ou a dar uma espreitadela no perfil do novo amor do seu antigo. O pânico instala-se quando de repente os 70% de bateria que tinha antes de sair de casa às 22h00 se tornam rapidamente, às 05h00 da manhã seguinte, com os seus pés exaustos de tanto dançar, no maravilhoso 1%.

Descobre subitamente que, para além de não conseguir chamar um táxi ou um motorista da Uber, não se recorda de nenhum contacto telefónico do amigo ou familiar que o possa socorrer desta maldição. Pode culpar a qualidade do telemóvel, o facto de se ter esquecido de baixar a luminosidade do ecrã e/ou a sessão fotográfica que decidiu fazer à medida que as horas foram passando, mas a realidade é que as verdadeiras responsáveis, são nada mais, nada menos que as aplicações que utiliza.

Após um estudo divulgado pelo site Metro.co.uk, chegou-se à lista das 10 aplicações móveis que consomem mais bateria no seu telemóvel. Nós acrescentamos mais uma, a do jogo Pókémon Go, porque na altura em que a pesquisa que suporta este top foi realizada, entre janeiro e abril de 2016, o jogo ainda não tinha sido lançado.

Por isso, se gosta de caçar pokémons enquanto se diverte, não se deixe enganar, uma vez que esta app consome mais bateria do que à partida poderá julgar. Veja abaixo a lista das 11 aplicações móveis que mais deve evitar para não ficar apeado nos momentos em que mais pode precisar.

Texto: Mafalda Baudouin com Luis Batista Gonçalves (edição)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.