Foi em julho de 2019 que Felipa Garnel abraçou aquele que foi um dos mais duros desafios da sua carreira em televisão ao tornar-se diretora da TVI. Este período profissional foi um dos tópicos da conversa com Manuel Luís Goucha, que será transmitida no programa de hoje e que contará ainda com a presença do marido de Felipa, Nuno Lobo Antunes.

A antiga apresentadora recordou com alguma insatisfação a experiência profissional na estação de Queluz, mas deixou claro que não guarda ressentimentos.

"A sensação que tenho é que tive seis meses naqueles labirintos que não encontras a saída porque realmente não há saída", recordou ainda.

Recorde-se que Felipa Garnel sucedeu a Bruno Santos e esteve em funções durante seis meses, tendo sido depois substituída por Nuno Santos, atual diretor da estação.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Goucha (@gouchatvi)

Leia Também: Manuel Luís Goucha volta a entrevistar Teresa Guilherme

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.