O Comando Territorial de Aveiro, através do Posto Territorial de Arouca, nos dias 29 e 30 de janeiro, detiveram uma mulher e um homem de 36 e 60 anos respetivamente, por violação do confinamento obrigatório a que estavam sujeitos, no âmbito da pandemia de COVID-19, em duas situações distintas, no concelho de Arouca.

"No primeiro caso, no dia 29 de janeiro, no decorrer de uma ação de policiamento para a verificação do dever de confinamento obrigatório na localidade de Burgo, verificou-se que a mulher se teria ausentado da sua residência e deslocado para o concelho de Vale de Cambra, tendo sido localizada e detida", explica a GNR em comunicado.

Na segunda situação, no dia 30 de janeiro, na Vila de Arouca, após contacto telefónico, os militares apuraram que o homem se teria ausentado da sua residência. Após diligências policiais, o mesmo foi localizado na via pública, tendo sido detido.

Os detidos foram constituídos arguidos e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Arouca.

"A GNR recorda que ficam em confinamento obrigatório, em estabelecimento de saúde, no respetivo domicílio ou noutro local definido pelas autoridades de saúde todos os doentes com COVID-19, os infetados com SARS-CoV-2, e os cidadãos relativamente a quem a autoridade de saúde ou outros profissionais de saúde tenham determinado vigilância ativa. A violação do confinamento obrigatório constitui crime de desobediência", conclui a nota.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.