O número de infetados é atualmente de 201.101, tendo sido diagnosticados 6.111 nas últimas 24 horas, informou.

Nos hospitais continuam internados 13.615 pessoas, menos 307 do que na terça-feira.

O Reino Unido é atualmente o país com maior número de mortes na Europa, depois de ter ultrapassado a Itália na terça-feira.

O primeiro-ministro britânico disse hoje aos deputados na Câmara dos Comuns que ainda é muito cedo para fazer comparações internacionais da mortalidade, mas admitiu que “vai haver uma altura para analisar as decisões tomámos e se poderíamos ter tomado decisões diferentes".

Embora o número de mortes nos hospitais esteja em declínio, lares de idosos continuam a registar um número elevado de óbitos, algo que Boris Johnson reconheceu ser problemático.

“Existe uma epidemia nos lares de idosos que é algo que eu lamento profundamente e que estamos a tentar travar há semanas”, revelou na primeira intervenção no parlamento desde que foi diagnosticado com o novo coronavírus, que resultou na sua hospitalização.

O primeiro-ministro confirmou que vai anunciar no domingo um plano para o fim do confinamento em vigor desde 23 de março, com algumas medidas a entrarem em vigor no dia seguinte. 

Porém, a redução das restrições vai ser gradual, a fim de evitar um segundo pico de infeções.

Portugal registou hoje 1.089 mortos relacionadas com a COVID-19 e 26.182 infetados, com a região Norte a registar o maior número de mortos (623), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (226), do Centro (213) Algarve (13), dos Açores (13) e do Alentejo que regista um caso, segundo dados da Direção Geral da Saúde.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 257 mil mortos e infetou quase 3,7 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de um 1,1 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Veja o vídeo: Como funciona o sistema imunitário?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.