“Temos de voltar a ter algumas restrições o mais moderadas possível. Chegar a um confinamento total ou mesmo um confinamento parcial e tomar já medidas muito duras, não sei, tenho de ouvir os técnicos, mas parece-me que prudente será, desde já, tomar algumas medidas”, afirmou, em declarações aos jornalista, à margem da visita a uma empresa de calçado, em Felgueiras.

Para Rui Rio, “cortar tudo e confinar é de evitar”, sublinhando que se impõe ao país “tentar, com a experiência adquirida, monitorizar da melhor maneira”.

Questionado sobre se apoiaria o Governo na eventual decisão de acréscimo de medidas para controlar a quinta vaga da covid-19, declarou estar “disponível para fazer tudo aquilo que for do interesse de Portugal”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.