A época estival, o período que a maioria elege para desfrutar das merecidas férias, é um convite para uma rotina capilar mais despreocupada. Depois de definir o melhor corte para a sua textura, basta usar os produtos certos para conseguir o cabelo de verão ideal. Por outras palavras, significa deixar a franja crescer até chegar ao queixo ou não precisar de rejeitar os caracóis, pelo menos durante alguns meses.

Evitar o secador e deixar o cabelo secar ao ar, exibir tranças e apanhados veranis, conseguir o efeito beach waves (ondas do mar) indo de facto à praia e/ou poder não lavar o cabelo durante três dias, escondendo-o por baixo de lenços e chapéus, é outra das possibilidades que os dias de férias oferecem. Mas nem tudo é bom! A estação do calor traz consigo alguns dos principais inimigos de um cabelo saudável.

15 óleos que protegem o seu cabelo das agressões do verão
15 óleos que protegem o seu cabelo das agressões do verão
Ver artigo

A lista inclui ameaças como o cloro das piscinas, muito convidativas nesta época, a radiação ultravioleta (UV), a água salgada do mar, o vento e até a humidade. Tudo fatores que podem tornar o cabelo seco, frisado, com um couro cabeludo danificado... O que fazer nessas situações? Há, pelo menos, um erro que não pode cometer. Não faça tudo em casa! Acha que sabe lavar o cabelo? Pense outra vez... Em muitos casos, há que informar-se convenientemente e, preferencialmente, recorrer a profissionais especializados.

Identificámos cinco erros comuns que nem sequer sabíamos que estávamos a cometer e que nos estavam a prejudicar de forma efetiva. Saiba, de seguida, quais são e perceba até que ponto é que os está a cometer.

1. Usar o mesmo champô sete dias por semana e 365 dias por ano

Não só está a lavar o cabelo com demasiada frequência (dia sim, dia não é o suficiente) como devia trocar de champô ocasionalmente para evitar a acumulação de determinados ingredientes (como a silicone). A cada dois meses, substitua o seu champô por outro adequado ao seu tipo de cabelo. Pode também usar um champô purificante uma vez por mês.

2. Não molhar completamente o cabelo antes de o lavar

Sem água suficiente, o champô não faz espuma e terá a tendência de compensar usando mais produto, desgastando o cabelo e a carteira. Mantenha-se debaixo do chuveiro mais um pouco antes de aplicar o champô.

3. Começar sempre por aplicar o champô no mesmo sítio do couro cabeludo

Normalmente, começa-se pela coroa, já reparou? Pode dar-se conta de que o topo do seu couro cabeludo está seco ou a descamar. Tente alterar a rotina, começando pela nuca e distribuindo a espuma pelo cabelo antes de chegar ao topo de cabeça.

4. Fazer demasiada fricção

Para evitar danificar o cabelo, massaje o couro cabeludo com a ponta dos dedos em vez de usar as unhas ou a palma das mãos.

5. Enxaguar o cabelo com água quente

Usar água quente seca o couro cabeludo e o cabelo. Em vez disso, opte por água tépida, uma vez que a esta temperatura esta ajuda a preservar a cor.

Texto: Madalena Alçada Baptista

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.