25 anos depois da cantora Madonna ter lançado «Sex», um livro de fotografias que materializa em imagens alguns dos seus maiores fetiches sexuais, Andrew Christian, o designer de moda norte-americano que dá nome a uma marca de lingerie masculina, de roupa desportiva e de banho muito popular na comunidade gay internacional, acaba de publicar «Sex = Power = Freedom», «Sexo = Poder = Liberdade» em tradução literal.

Um livro repleto de imagens visualmente fortes, muitas delas muito explícitas, que prometem chocar os mais puritanos. Ao longo de 200 páginas, o grupo de 15 modelos que habitualmente promovem as suas criações recriam posições sexuais e orgias homossexuais, no que pretende ser uma tomada de posição a favor das liberdades individuais na nova era inaugurada pela presidência do bilionário conservador Donald Trump.

«Quando comecei este projeto há oito meses, não estava consciente da revelância que [o livro] poderia ter depois dos resultados da última eleição presidencial», afirma o designer, conhecido pelas campanhas ousadas que usa para promover as roupas que cria. A obra está disponível em duas versões, uma edição dourada e uma edição prateada, mas também existem calendários e merchandising com as fotografias de Andrew Christian.

Texto: Luis Batista Gonçalves com Andrew Christian (fotografias)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.