O ranking da associação Defesa do Consumidor (DECO) não deixa margem para dúvidas: o Jumbo voltou a ser o supermercado onde, em geral, é mais barato fazer as compras do mês.

Um estudo hoje revelado analisou 106 536 preços, 243 produtos, 591 lojas e 70 concelhos de Norte a Sul de Portugal e indica a lista dos supermercados mais baratos:

Jumbo volta a ser o supermercado mais barato. Conheça a lista
créditos: DECO

A DECO estabeleceu um cabaz composto por 142 produtos de marca própria e de marca branca. O cabaz continha frescos, congelados, mercearia e produtos de higiene pessoal e do lar. A associação fez os cálculos para dois perfis de consumo: quem gasta 150 euros por mês e quem atinge os 400 euros.

Segundo o estudo da DECO, o valor máximo de poupança cabe a Faro e Lisboa, distritos onde é possível poupar quase 620 euros se escolher a loja certa. Em Santarém, essa poupança ronda os 600 euros.

Faça as contas

Faça as contas no simulador da DECO e descubra qual é o supermercado mais barato na sua região.

https://www.deco.proteste.pt/supermercado

Atrás do Jumbo, posicionam-se as cadeias Continente e Continente Modelo. Os preços são, em média, 2% mais caros, mas a presença territorial é mais forte em todo o país. O Pingo Doce, também muito disseminado pelo país, fecha o pódio, com um patamar de preços 6% mais elevado do que o praticado pelo líder.

As mais caras

As cadeias mais caras do ranking da DECO são o Intermarché, o Minipreço e o Lidl. "Nos dois últimos casos, muito por culpa dos frescos. Muitas vezes, a carne e peixe são da responsabilidade de agentes externos à marca e têm preços mais elevados. Já nos produtos de mercearia e drogaria, melhoram bastante os resultados: o Lidl obtém inclusive uma posição ligeiramente superior à do Pingo Doce", lê-se no estudo.

As mais caras
créditos: DECO

No interior o caso muda de figura

Os distritos de Faro e Lisboa seguem a tendência dos distritos do Litoral - mais populosos e comercialmente apetecíveis - e onde o Jumbo aposta nos preços mais baixos. Já nos distritos com menos população, nomeadamente no Interior, onde não existe tanta concorrência e os preços podem atingir valores elevados, destacam-se o Continente e o Continente Modelo, conclui a DECO. Na Madeira, em termos globais, manda o Novo Super.

Já em São Miguel, nos Açores, as cadeias Solmar e Continente Modelo disputam o pódio, enquanto na Terceira se regista novo empate. Mas, desta feita, os preços mais baixos estão no Continente Modelo e no Guarita.

10 situações em que ir supermercado pode colocar a saúde em risco
10 situações em que ir supermercado pode colocar a saúde em risco
Ver artigo

Onde se poupa mais?

O valor máximo de poupança cabe a Lisboa, Faro e Santarém, distritos onde tanto é possível fazer bons negócios como desperdiçar mais de 6o0 euros.

Em Castelo Branco, Guarda, Portalegre e Viseu, onde não existe tanta concorrência e os preços tendem a atingir valores mais elevados, destacam-se o Continente ou o Continente Modelo como as alternativas mais em conta. O melhor é mesmo fazer a simulação (link para o simulador em cima).

A DECO revela ainda que 38 estabelecimentos recusaram participar no estudo. No mercado das compras online, o Jumbo também é o supermercado mais barato.

Online o Jumbo também é o supermercado mais barato.
créditos: DECO

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.