No total, cerca de cinco milhões de pessoas poderão receber a vacina e 600 mil serão incentivadas a agendar a sua vacinação esta semana, segundo o NHS.

"Após o enorme sucesso da implementação (da vacinação) até agora, nesta primavera vamos oferecer aos maiores de 75 anos e aos mais vulneráveis uma dose de reforço para completar a sua proteção contra o vírus", disse o ministro da Saúde, Sajid Javid, em comunicado.

No Reino Unido, cada uma de suas quatro nações (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte) decide a sua política de saúde.

Na Inglaterra, os adultos elegíveis à quarta dose receberão o imunizante da Pfizer ou da Moderna. Os adolescentes de 12 a 18 anos receberão apenas o da Pfizer.

O governo está a preparar-se "para a quarta dose porque precisaremos dela", afirmou o primeiro-ministro britânico Boris Johnson durante o congresso do Partido Conservador em Blackpool, no norte da Inglaterra, neste sábado.

O Reino Unido foi duramente atingido pela pandemia, com mais de 163 mil mortos até ao momento.

Recentemente, o número de pessoas infectadas pela subvariante BA.2 ómicron aumentou e a Escócia atingiu níveis recordes de contaminação, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (ONS, na sigla em inglês).

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.