O arroz preto ou arroz negro, como é popularmente conhecido, é um grão milenar, com origem na China e que é consumido há vários anos.

Entretanto, a partir de estudos mais recentes que evidenciaram as suas vastas propriedades, tanto em termos de sabor quanto nutricionais, o arroz negro passou a ser inserido no menu de pratos sofisticados de grandes restaurantes, assim como indicado por nutricionistas, para reforçar o consumo de vitaminas e minerais na rotina alimentar do dia a dia.

Quanto à sua composição nutricional, o arroz preto é considerado um super alimento, pois apresenta 30% de fibras a mais quando comparado ao arroz branco. Além disso, ele é rico em vitaminas A, B1, B2, B6, B12, cálcio, magnésio, zinco, ferro e possui 20% a mais de proteínas que o arroz comum.

De acordo com a nutricionista Aline Maldonado Franzini Alcântara, é muito importante o consumo do arroz negro numa dieta equilibrada, capaz de regular diversas funções do organismo.

"O arroz negro ajuda no bom funcionamento do intestino, reduz o colesterol, controla a glicemia, previne doenças degenerativas, cardiovasculares e até mesmo o cancro. Como é rico em antocianina, a substância que dá a coloração ao grão, tem grande potencial para proteger o corpo dos radicais livres", comenta a especialista.

E a lista de benefícios não se fica por aqui. Ainda de acordo com a nutricionista, o consumo do arroz preto ajuda no emagrecimento. "Isso deve-se ao facto da saciedade, por cauda da grande quantidade de fibras, o que faz com que a pessoa se satisfaça com uma menor quantidade do grão, além de ser um pouco menos calórico que o arroz branco. Para quem segue uma dieta vegana ou vegetariana pode ser um ótimo aliado, pois apresenta teores de ferro e magnésio elevados, o que previne a anemia e aumenta a absorção de cálcio pelos ossos", explica a médica.

Segundo o chef de cozinha brasileiro Danilo Kapor, a textura firme e o sabor amendoado do arroz preto permite criar pratos ricos e marcantes. "É perfeito para acompanhar, principalmente, peixes e frutos do mar, como tilápia, salmão, lulas e camarões, mas harmoniza perfeitamente também com um frango ao curry ou um mix de cogumelos como shitake e shimeji. É possível preparar um risoto inesquecível com o arroz negro, mas como qualquer grão integral, a sua cozedura leva um pouco mais de tempo, em média, de 50 minutos a uma hora. Tem de ter isso em conta na preparação, pois ele estará pronto quando atingir o ponto al dente", destaca o chef.

Arroz Preto com Camarão

Ingredientes:

400 g de camarões médios ou grandes limpos
10 dentes de alho picados
3 colheres (sopa) de salsa picada
Azeite para refogar
250g de Arroz Preto
100g de manteiga com sal
2 colheres (sopa) de azeitonas pretas picadas
½ chávena de natas frescas
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Preparação:

Tempere os camarões limpos com sal e pimenta-do-reino. Reserve. Leve o arroz ao lume e cubra com água. Deixe ferver durante 40 minutos ou até que esteja macio. Escorra se necessário. Noutra panela, refogue as azeitonas num fio de azeite e acrescente o arroz cozido.

Deixe fritar um pouco e acrescente as natas. Retifique o sal. Numa frigideira, derreta a manteiga com um fio de azeite. Assim que ferver, acrescente o alho, a salsa e os camarões até dourar. Sirva o arroz com os camarões por cima.

Veja mais receitas em tiojoao.com.br/receitas/produto/cozinha-chinesa/

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.