A distribuição da gordura corporal altera-se com a oscilação de peso, com a gravidez ou ainda com a idade. Quando os estrogénios diminuem com a chegada da menopausa,  a gordura feminina tende a acumular-se na zona abdominal. O umbigo deixa de ser sexy em pouco tempo. Para solucionar esta situação, é possível recorrer à lipoescultura infrasónica nutacional (NIL) ou a uma cirurgia de abdominoplastia.

"Se estou perante um paciente cuja barriga tem uma boa configuração, vamos remodelá-la tirando a gordura [lipoescultura]. Mas se vejo que é uma barriga em que o músculo já está partido, faço o aconselhamento para que se realize uma abdominoplastia", explica Ângelo Rebelo, cirurgião plástico. A abdominoplastia implica anestesia geral e uma noite de internamento.

Já as intervenções em que se retira a gordura da barriga com a NIL "são realizadas com anestesia local e sedação", esclarece o especialista. O pós-operatório é tranquilo. "As pacientes vão para casa no mesmo dia com algumas recomendações e voltam para sessões de drenagem linfática", acrescenta o cirurgião plástico. O preço de uma cirurgia deste tipo pode variar, em média, entre os 3.500 € e os 7.500 €.

Texto: Cláudia Pinto com Ângelo Rebelo (cirurgião plástico)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.