O feng shui é uma arte milenar de origem asiática com cerca de 3.500 anos. "O objetivo é harmonizar os espaços, no entanto, os cinco elementos que o caraterizam, o fogo, a terra, o metal, a água e a árvore, podem ser utilizados na nossa alimentação, uma vez que cada elemento corresponde a um paladar", esclarece Vanda Boavida, professora e consultora internacional de feng shui. "É amargo o caso do fogo, doce no da terra, picante no do metal, salgado no da água e ácido no da árvore", desvenda.

Sendo assim, podemos calcular qual o nosso elemento do feng shui e, depois, saber qual é o paladar que lhe corresponde. "Primeiro, devemos apurar o nosso número pessoal, considerando o nosso ano de nascimento. Entre 1 de janeiro e 4 de fevereiro, deve-se considerar o ano anterior no cálculo", adverte a especialista, dando um exemplo. "Se nasceu no dia 20 de janeiro de 1968, deve considerar o ano de 1967. Se tivesse nascido depois de dia 5 de fevereiro, consideraria o 1968", sublinha.

Some os dígitos do ano. "Se nasceu 3 de maio de 1974, a conta que terá de fazer será 1 + 9 + 7 + 4. O somatório será 21. Se o resultado tiver dois dígitos, deverá, também, somá-los. Neste caso, 2 + 1 será igual a 3", indica Vanda Boavida. "Subtraia, depois, o número obtido a 11. Neste caso, por exemplo, 11 - 3 é igual a 8. Sendo assim, o seu número será o 8", revela. Descobrindo o seu número pessoal, apenas tem de consultar a listagem de números, elementos e sabores que lhe indicamos seguidamente.

Número 1

Corresponde à água e está associado ao paladar salgado. Se foi este o resultado da sua soma, saiba que deve privilegiar no dia a dia a ingestão de azeitonas, de algas, de presunto, de flor de sal, de polvo, de feijão preto e de molho de soja.

Números 2, 5 e 8

Correspondem à terra e estão associados ao paladar doce. Se foi um destes o resultado da sua soma, saiba que deve privilegiar no dia a dia a ingestão de bananas, de aveia, de amêndoa, de cevada, de arroz, de abóbora, de trigo, de batata, de cajus, de nozes, de avelãs, de erva-doce e de corintos.

Números 3 e 4

Correspondem à árvore e estão associados ao paladar ácido. Se foi um destes o resultado da sua soma, saiba que deve privilegiar no dia a dia a ingestão de frutos como o limão, o quivi, o abacaxi, a lima, a tangerina, a ameixa e o abacate, para além de vegetais como a endívia e ervas aromáticas como o manjericão.

Números 6 e 7

Correspondem ao metal e estão associados ao paladar picante. Se foi um destes o resultado da sua soma, saiba que deve privilegiar no dia a dia a ingestão de gengibre, de aipo, de cebola, de canela, de rabanetes, de rúcula, de pimenta, de alho, de mostarda e de agrião.

Número 9

Corresponde ao fogo e está associado ao paladar amargo. Se foi este o resultado da sua soma, saiba que deve privilegiar no dia a dia a ingestão de cacau, de vegetais como a acelga e a chicória, de tomate, de paprica e de açafrão.

De acordo com Vanda Boavida, ao ingerir os ingredientes que lhe correspondem, estará a favorecer a sua saúde e o seu bem-estar. "Ao estarmos conscientes do nosso número e, consequentemente, do nosso elemento no feng shui, podemos utilizar esses alimentos, que energeticamente estão de acordo com a nossa energia, como se fossem o nosso ADN, em prol da nossa saúde. No entanto, todos os alimentos e respetivos paladares devem ser consumidos em nome de uma vida mais saudável", adverte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.